Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Toyota Hilux e SW4 flex partem de R$ 111.700 e R$ 159.600

Ambos os modelos adotam aparência mais simples e lista de equipamentos mais enxuta

Por Guilherme Fontana Atualizado em 23 nov 2016, 21h27 - Publicado em 3 ago 2016, 13h08

Toyota Hilux e SW4 flex

A Toyota aproveitou o lançamento do novo Etios Platinum para revelar as aguardadas versões flex de Hilux e SW4. No caso da picape, serão três configurações diferentes (sempre com cabine dupla) partindo de R$ 111.700. Para o SUV, serão oferecidas duas versões a partir de R$ 159.600, além de uma versão exclusiva para vendas diretas por R$ 146.550. Os modelos terão suas vendas iniciadas na próxima quinta-feira (4).

Em ambos os casos, a aparência externa foi simplificada para as novas configurações que miram no uso urbano. Esqueça as rodas de 18 polegadas e os faróis com leds e xenônio das versões mais sofisticadas. Tanto a Hilux, quanto a SW4, adotam aro 17 e faróis com iluminação halógena — com projetores, no caso da SW4.

Continua após a publicidade
Toyota Hilux
Hilux flex tem visual mais simples e duas versões: SR e SRV

A versão de entrada SR da Hilux (com tração 4×2), sai por R$ 111.700 e é equipada com ar-condicionado manual, banco do motorista e volante com ajustes, direção hidráulica, piloto automático, faróis de neblina, retrovisores elétricos, multimídia com tela de 7 polegadas, GPS, câmera de ré, Bluetooth, DVD e TV digital. Há ainda airbags frontais e de joelho para o motorista e ancoragem ISOFIX. 

Toyota Hilux
Interior da Hilux SRV flex, com ar-digital e central multimídia com 7″

Em seguida, a versão SRV adiciona ar-condicionado digital, banco do motorista com ajustes elétricos, computador de bordo com tela TFT, bancos de couro, retrovisores cromados, seis alto-falantes, controles de estabilidade e tração e alarme. Com tração 4×2, a picape sai por R$ 120.800 e com a 4×4, R$ 131.200. O motor é o mesmo da geração anterior, um 2.7 flex com 163/159 cv com etanol/gasolina e 25 mkgf a 4.000 rpm, sempre acompanhado da transmissão automática de seis marchas.

Em nível de comparação, as configurações equivalentes das rivais S10 e Ranger são, em média, R$ 10.000 mais baratas. No entanto, pesa o fato de as concorrentes disporem apenas de transmissão manual. Já quando comparada ao modelo antigo, a picape subiu cerca de R$ 6.650 em cada versão.

Toyota SW4
SW4 flex perde xenônio e leds nos faróis, além das rodas de 18 polegadas Divulgação

Para a SW4, haverá apenas uma versão de acabamento destinada ao mercado comum, a SR. De série, o modelo dispõe de central multimídia com GPS, câmera de ré, Bluetooth, DVD, TV digital, conexões USB/AUX e seis alto-falantes, ar-condicionado manual com saídas para as demais fileiras, controles de estabilidade e tração, três airbags, assistentes de reboque e ladeira e sensores de estacionamento traseiros. O modelo é equipado com o mesmo conjunto mecânico da Hilux, com motor flex e câmbio automático, porém sempre com tração 4×2.

Com cinco lugares, o SUV custa R$ 159.600 e, com sete, R$ 164.900. Uma terceira configuração, com cinco lugares e câmbio manual, é voltada exclusivamente às vendas diretas por R$ 146.550. Veja, abaixo, como fica a lista de preços de Hilux e SW4 com as novas versões flex:

Preços – Toyota Hilux e SW4
Versão Preço
Hilux SR 4×2 AT flex R$ 111.700
Hilux SRV 4×2 AT flex R$ 120.800
Hilux SRV 4×4 AT flex R$ 131.200
Hilux STD 4×4 MT diesel R$ 132.300
Hilux SR 4×4 AT diesel R$ 153.850
Hilux SRV 4×4 AT diesel R$ 168.670
Hilux SRX 4×4 AT diesel R$ 189.970
SW4 SR 4×2 AT flex (5 lug.) R$ 159.600
SW4 SR 4×2 AT flex (7 lug.) R$ 164.900
SW4 SRX 4×4 AT V6 gasolina (5 lug.) R$ 216.700
SW4 SRX 4×4 AT diesel (5 lug.) R$ 232.400
SW4 SRX 4×4 AT diesel (7 lug.) R$ 237.700
Continua após a publicidade
Publicidade