Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Tecnologias automotivas caras, mas que pouca gente utiliza

Pesquisa americana mostra que consumidores de carros novos pagam por recursos embarcados que dificilmente (ou jamais) irão usar

Por Isadora Carvalho Atualizado em 3 Maio 2021, 10h07 - Publicado em 29 mar 2016, 15h39

Chevrolet OnStar

Cerca de 10% do valor de um carro corresponde ao que se paga por equipamentos de conectividade. Porém, um estudo americano da consultoria JD Power revela que poucos proprietários usam todos os recursos oferecidos.

Serviços de concierge e wi-fi são os líderes de desprezo dos proprietários. A maioria dos respondentes afirma que o recurso indesejado veio como equipamento de série. Outra reclamação recorrente foi a falta de explicações no momento da compra do carro. “Quando o consumidor nem é apresentado aos recursos da central multimídia, há uma probabilidade enorme de ele nunca utilizar a tecnologia. Ou pior, nem saber de sua existência”, explica Kristin Kolodge, diretora da JD Power.

A pesquisa entrevistou 4.200 donos de carros novos nos Estados Unidos. O estudo selecionou apenas recém-proprietários, três meses após a compra. Segundo os pesquisadores, nesse período os motoristas têm a maior chance de adotar as novas soluções tecnológicas do carro. “Os primeiros 30 dias são críticos. As fabricantes precisam acertar de primeira. Os sistemas precisam ser intuitivos ou, então, os consumidores usarão seus celulares.”

A pesquisa mostra ainda que quem tem entre 21 e 38 anos usa mais o smartphone dentro do carro, preferindo o aparelho à central multimídia.”Esses consumidores já estão familiarizados com a operação dos celulares e, em sua maioria, os consideram mais precisos”, afirma Kristin. Por causa disso, 20% dos entrevistados disseram não verem necessidade de ter em seu próximo carro sistemas como o Apple CarPlay e Android Auto.

Continua após a publicidade

Os recursos menos utilizados:

– Serviço de concierge – 43%

– Wi-fi – 38%

– Park Assist – 35%

– Head-up display – 33%

– App da marca – 33%

Os recursos mais utilizados:

– Alerta de ponto cego

– Sensor de estacionamento sonoro ou por câmera

– Sistemas que evitam colisão, como a frenagem automática

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês