Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Sistema usa smartphone para abrir carro (até sem bateria)

Tecnologia quer eliminar maçanetas, fechaduras e até as chaves do carro

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 6 set 2017, 20h50 - Publicado em 6 set 2017, 20h48
Sistema coloca bateria na porta para liberar o acesso quando o carro estiver sem bateria Continental/Divulgação

A Continental já inventou sistema que elimina alto-falantes em automóveis. Agora a alemã quer eliminar de uma só vez as maçanetas, as fechaduras mecânicas e as lâminas nas chaves do carro.

A empresa desenvolveu o que chama de porta inteligente. Essa tecnologia permite que as portas se abram sozinhas, sem que haja contato com o carro.

Além disso, elas poderiam ser desbloqueadas por um smartphone em situações de emergência, mesmo quando quando o carro estiver sem bateria.

É raríssimo ter que espetar a chave na fechadura para destrancar um carro novo. O mais comum é destravar o carro remotamente pela chave ou apenas puxar a fechadura, caso o veículo tenha acesso sem chave.

Para a Continental, esta forma de destrancar os carros é inadequada para um futuro de compartilhamento de carros e de serviços de aluguel de carros por hora.

Sua intenção é, também, facilitar o destravamento do carro quando ele ficar sem bateria. Hoje a solução para carros com partida sem chave é usar a lâmina escondida na própria chave, que deverá acionar uma fechadura escondida na maçaneta. E nem sempre os proprietários sabem disso.

Continua após a publicidade

A fechadura de emergência do novo Volvo XC60 fica por trás da maçaneta Henrique Rodriguez

A grande sacada do sistema, batizado de Continental Smart Access (CoSmA), é ter uma bateria independente no módulo de controle da porta do motorista. Sua carga é suficiente para abrir a porta mais de uma vez.

O desbloqueio seria ativado pela tecnologia NFC, usada tanto para transferência de dados entre smartphones como em cartões de transporte público. Neste caso, a chave de emergência seria o smartphone do proprietário, onde uma chave virtual com dados invioláveis seria armazenada. Esta chave seria enviada ao dispositivo pelo próprio veículo após autenticação.

Para este fim, o sistema usa vários módulos Bluetooth Low Energy (BLE) ou NFC instalados no veículo para localizar o smartphone autorizado dentro e fora do veículo. Assim que uma chave virtual autorizada for detectada, o sistema emite permissão para abrir o veículo. Portanto, não há necessidade de uma chave mecânica.

Quando o smartphone for aproximado o sistema vai checar o código transmitido e abrir a porta. Com este sistema os fabricantes terão mais flexibilidade com o design, já que não precisarão mais desenvolver uma chave convencional com lâmina, nem instalar fechadura de emergência.

Na verdade, até mesmo as maçanetas ficarão obsoletas e poderão ser retiradas para melhorar a aerodinâmica. Bastará estar com a chave de proximidade para acessar o veículo.

A Continental apresentará o CoSmA no Salão de Frankfurt, na próxima semana, mas ainda não divulga estimativa para que seu sistema chegue a carros de produção.

Continua após a publicidade

Publicidade