Clique e assine com até 75% de desconto

Segredo: nova Chevrolet S10 com Wi-Fi e grade de Camaro ficará assim

Picape e Trailblaizer, SUV dela derivado, receberão segunda reestilização para a atual geração nos próximos meses. Projeção mostra como visual deles ficará

Por Leonardo Felix Atualizado em 17 jul 2020, 19h46 - Publicado em 9 jun 2020, 12h00
Projeção da Chevrolet S10 2021 Renato Aspromonte/Quatro Rodas

Com a retomada das operações da indústria automotiva no Brasil, projetos que já estavam engatilhados e haviam sido temporariamente suspensos começam a ser recolocados em prática.

Um caso é o da nova Chevrolet S10, que receberá sua segunda reestilização de meia-vida para a atual geração nos próximos meses. Protótipos da linha 2021 já voltaram a ser flagrados em testes, conforme atesta o parceiro Autos Segredos.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

O utilitário com frente renovada deve começar a ser produzido nas próximas semanas. A linha de montagem dela e do SUV Trailblazer deve voltar a operar a partir da próxima segunda-feira (15).

A chegada ocorrerá provavelmente até agosto, se não houver mais atrasos, mas o colega Renato Aspromonte, do canal @Overboost BR, já antecipou como ficarão os seus traços nesta projeção cedida em primeira mão a QUATRO RODAS.

Suvão Trailblazer acompanhará a picape em seu novo visual Renato Aspromonte/Quatro Rodas

O desenho será idêntico ao da nova Holden Colorado australiana, com os mesmos faróis e capôs usados pela S10 desde 2015, quando a picape recebeu o primeiro facelift para a atual geração (lançada em 2012).

Já o para-choque, o nicho dos faróis de neblina e as tomadas de ar mudarão bem. A grade bipartida, por exemplo, será ampliada e ganhará formato de carretel, com trapézios contrapostos alargados de dentro para fora, e não mais o contrário.

Continua após a publicidade
Flagra confirma que S10 adotará grade mais ampla sem mudar os faróis Fabio Paiva/Quatro Rodas

É a mesma solução vista no atual Blazer. Até as novas divisórias em formato de colmeia são similares às do suvão americano, bem como às do Camaro.

Do capô para trás, a nova S10 não terá mais mudanças: rodas, estribos laterais, lanternas, para-choque traseiro, tampa da caçamba e desenho da cabine dupla devem ser mantidos tais quais são agora.

Flagra de protótipo da nova S10 mostra que traseira da picape não teve ter mudanças Fabio Paiva/Quatro Rodas

Por dentro, além de rearranjos sutis no acabamento interno, o modelo deve ser a primeira picape média no Brasil a ter internet sem fio a bordo, item já existente nos novos Cruze e Onix.

Além de manter as configurações chassi, cabine simples e dupla, a nova S10 deve continuar sendo oferecida em versões 2.5 flex – 206 cv e 27,3 mkgf, com câmbio automático e opções de tração traseira ou 4×4 -, e 2.8 tubodiesel – 200 cv e 44,9 kgfm (manual) ou 51 kgfm (automática), sempre 4×4.

Já o SUV Trailblazer, a ser reestilizado no mesmo momento e nos mesmos moldes, será vendido apenas com motor a diesel.

  • A atual geração de S10 e Trailblazer seguirá viva até 2023, para quando a GM prepara uma troca de plataforma e uma unificação entre a picape brasileira e a prima americana Colorado.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da nova edição de Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Continua após a publicidade
    Publicidade