Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

‘Ridículo’, diz Forbes sobre preços de carros no Brasil

Publicação americana compara valor cobrado pelo Grand Cherokee no Brasil e nos EUA

Por Marcio Ishikawa Atualizado em 9 nov 2016, 12h00 - Publicado em 13 ago 2012, 12h55
mercado

A revista Forbes, uma das mais conceituadas publicações de economia e finanças do mundo, publicou um contundente artigo em seu site a respeito dos preços dos carros no Brasil. Entitulado ‘Brazil’s Ridiculous 80,000 Jeep Grand Cherokee’ – O ridículo Jeep Grand Cherokee de 80 mil dólares do Brasil -, o texto usa como exemplo o valor cobrado pelo recém-chegado modelo no mercado nacional e é assinado pelo colaborador Kenneth Rapoza, responsável pela cobertura de Brasil, Rússia, Índia e China.

Rapoza culpa impostos de importação e outras taxas pelo preço excessivo e faz a comparação com o mercado americano. ‘Em Miami, com o mesmo valor é possível comprar três unidades do mesmo modelo’, disse o jornalista. ‘Os 28 mil dólares cobrados nos EUA correspondem a cerca de metade da renda média anual de um americano, mas os 89,5 mil dólares no mercado brasileiro estão a anos luz da média da renda do brasileiro’. Embora o jornalista não cite, é importante lembrar que esse padrão não acontece somente com a Chrysler e o Cherokee, mas com todos os modelos à venda por aqui em relação aos mercados estrangeiros.

O fato de a aquisição de alguns determinados modelos ser símbolo de status aqui no Brasil também é alvo de críticas. ‘Que me desculpem os brasileiros, mas comprar Corolla, Civic, Cherokee ou Dodge Durango (SUV que deve ser apresentado no Brasil no Salão do Automóvel) não dá status para ninguém’. Vale lembrar que, nos Estados Unidos, Civic e Corolla são considerados carros de entrada.

Para ler o artigo na íntegra, em inglês, clique aqui

Preços EUA X Brasil

Clique aqui e confira as diferenças de preços em outros modelos vendidos aqui e nos Estados Unidos.

Continua após a publicidade

Publicidade