Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Rachas e acrobacias com reboque se tornam práticas recorrentes no Canadá

O caso mais recente apresenta um motorista de reboque que foi acusado de direção perigosa pela quarta vez desde 2019, mas continua com a sua habilitação

Por Pedro Henrique Oliveira Atualizado em 9 set 2021, 19h35 - Publicado em 10 set 2021, 00h30
Reboque sendo guinchado visto 3/4 de frente
O modelo foi rebocado no dia 6 de setembro ao ser flagrado a 104 km/h em uma zona de 50 km/h Polícia Regional de Halton/Reprodução

Quando se pensa em rachas e acrobacias com carros, instantaneamente vem à cabeça a imagem de esportivos caros e modelos personalizados, mas este não é o caso aqui. Os veículos responsáveis justamente por guinchar os espertinhos são os que estão causando problemas no Canadá.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

A polícia regional de Halton, dentro da província canadense de Ontário, apreendeu um reboque que estava a 104 km/h em uma zona na qual o limite de velocidade era de apenas 50 km/h. 

Toda essa “pressa” pode levar alguém a crer que ele estava indo rumo a uma emergência, o que não era o caso. Essa não é a primeira vez que reboques infringem as leis nesta região. Ainda no mês de agosto, a polícia parou e guinchou quatro modelos que estavam apostando corrida, dirigindo no acostamento e fazendo ultrapassagens perigosas.

Os policiais não revelaram a identidade do infrator, então não há como saber se o modelo apreendido no último dia 6 é um dos reboques envolvidos nos rachas do mês de agosto, mas dá para dizer que o infrator pego recentemente tem um “belo” currículo de barbeiragens. 

Continua após a publicidade

Quatro reboques parados com um carro de patrulha policial
No começo de agosto, quatro reboques foram parados por direção perigosa em rodovias próximas a Halton Polícia Provincial de Ontário/Reprodução

Além do reboque apreendido ter falhas nos freios, esta foi a quarta vez que ele foi acusado de direção irresponsável desde 2019. As leis da província canadense são rígidas, mas dizem respeito a condenações e não acusações. 

Uma primeira infração é punida com um a três anos de suspensão da habilitação. Quando é reincidente, o período sobe para um mínimo de três anos e máximo de 10 anos de suspensão. Na terceira vez, a suspensão não tem tempo determinado, mas pode ser reduzida posteriormente. Na quarta infração o motorista tem a sua carteira suspensa para sempre. 

O piloto destemido ainda está com a sua habilitação porque a lei não fala sobre acusações, mas sim sobre condenações, o que ainda não é o caso deste reboque, muito menos do cidadão.

Cuidado se estiver dando uma volta de carro pela região de Halton, você poderá ser surpreendido por reboques rápidos e não, não será uma emergência. 

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Quatro Rodas

Capa quatro rodas 748 agosto 2021
Capa quatro rodas 748 agosto 2021 A edição 748 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
Clique e Assine
Continua após a publicidade

Publicidade