Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

QUATRO RODAS de agosto: especial Melhor Compra 2023!

Na edição em que QUATRO RODAS completa 63 anos, selecionamos as melhores pedidas em diferentes categorias do especial Melhor Compra 2023

Por Redação
Atualizado em 5 ago 2023, 12h34 - Publicado em 4 ago 2023, 15h45

O Melhor Compra é muito mais do que um guia de compras. Ele também resume a experiência de nossa equipe com cada carro avaliado e testado nos últimos tempos dentro do atual contexto de mercado. O primeiro trabalho é separar as opções em cada faixa de preço ou potência que definem as 29 categorias apuradas que estampam a capa de agosto de QUATRO RODAS.

Como os fabricantes têm o costume de reajustar preços mensalmente, consideramos os valores de tabela do mês de junho sem os descontos do governo, ao longo do mês. Para reduzir cada categoria a pelo menos cinco carros, acontece uma mistura entre votação e debate na redação. Não se trata de mera escolha, pois consideramos nossos testes, alterações recentes na lista de equipamentos e a iminência de uma mudança na linha.

Melhor Compra 2023
(Arte/Quatro Rodas)

Depois apuramos custos de seguros, peças, revisões e a desvalorização de cada carro das principais categorias com nossos parceiros. Apenas com essas informações podemos pensar em definir a posição de cada um. Não é raro um carro que parece um forte candidato ser superado pelo seguro muito mais alto, pelo elevado custo das revisões ou pela forte desvalorização frente aos rivais.

Custos são importantes, mas a nossa intenção não é escolher apenas os carros mais baratos. Para ser considerado a Melhor Compra de QUATRO RODAS, nossa experiência com o carro, aspectos como desempenho, conforto e itens de segurança de série também pesam na decisão. Eles passam a ter maior destaque nas listas de equipamentos de série.

Melhor Compra 2023
(Arte/Quatro Rodas)

Também há a escolha do grande vencedor e do destaque do ano, que, dessa vez, ficaram com o Honda HR-V Touring e o GWM Haval H6 HEV. Neste ano, além disso, revisitamos as edições do Melhor Compra dos últimos três anos para trazer as melhores opções de carros seminovos até os R$ 80.000. Todos estiveram entre as melhores opções quando novos e ainda são alternativas mais potentes e equipadas que os zero-km disponíveis.

E tem muito mais!

BYD DOLPHIN Os chineses dominam o segmento dos elétricos de entrada no Brasil. E parece que esse domínio está longe de se acabar: o BYD Dolphin se une ao grupo para reforçar a categoria. Mais do que isso, o compacto produzido no segundo país mais populoso do mundo, e que poderá ser fabricado no Brasil nos próximos anos, chega colocando medo na concorrência, que tem motivos para se assustar.

Continua após a publicidade
Entre os mais baratos do mercado, BYD Dolphin surfa no mar até então frequentado pelos subcompactos, que terão de remar para acompanhá-lo
Entre os mais baratos do mercado, BYD Dolphin surfa no mar até então frequentado pelos subcompactos, que terão de remar para acompanhá-lo (Arte/Quatro Rodas)

O primeiro sinal de que o Dolphin incomoda é a movimentação nos preços de seus rivais. O BYD foi lançado por R$ 149.800, em versão única, conquistando o posto de segundo carro elétrico mais barato do país. À frente dele estava apenas o JAC E-JS1, que custava R$ 145.900 e passou a custar R$ 139.900, na mesma semana em que o Dolphin foi lançado. O iCar e o Kwid E-Tech saíam pelos mesmos R$ 149.990, mas o iCar já sai por R$ 129.990.

Assim, o BYD passa a ser o terceiro elétrico mais barato do Brasil. Embora não seja uma unanimidade em desenho, o BYD mostra que tem personalidade e supera os concorrentes no porte, equivalente ao de um hatch compacto.

AUDI Q6 E-TRON É comum que a imprensa especializada dirija carros pré-série em lançamentos, ou seja, unidades já com acertos finais, mas produzidas antes do primeiro lote que irá para as lojas. Não é comum, porém, que nós, jornalistas, tenhamos acesso a unidades anteriores a essas, os chamados protótipos.

Dirigimos protótipos do novo Audi Q6 e-tron, um SUV elétrico esportivo e com iluminaçã inédita
Dirigimos protótipos do novo Audi Q6 e-tron, um SUV elétrico esportivo e com iluminação inédita (Arte/Quatro Rodas)

Mas pode acontecer, e aconteceu: fomos até as Ilhas Faroe, território com cerca de 50.000 habitantes e pertencente à Dinamarca, para dirigir os protótipos do novo Audi Q6 e-tron. Previsto para ser revelado por completo ainda este ano, o novo SUV elétrico (que fica entre Q4 e Q8 e-tron) inaugura uma nova plataforma de elétricos que a Audi compartilhará com a Porsche, a PPE (Premium Platform Electric). Ao Brasil, ele pode chegar em 2024.

MMS MICROLINO Neste século foram lançados alguns quadriciclos na Europa, mas foram vários os projetos descontinuados. Ainda que Renault e Stellantis estejam se empenhando na missão, parece que ainda estamos distantes de encontrar a forma ideal para um pequeno veículo urbano.

Continua após a publicidade
Inspirado na antiga Isetta, o Microlino se apresenta como solução de transporte urbano para até duas pessoas, equipado com motor elétrico e capaz de atingir 177 km de autonomia estimada
Inspirado na antiga Isetta, o Microlino se apresenta como solução de transporte urbano, equipado com motor elétrico e capaz de atingir 177 km de autonomia estimada (Arte/Quatro Rodas)

Apresentado no Salão de Genebra de 2016, mas lançado comercialmente só no final de 2022, o MMS Microlino chama atenção por se inspirar no microcarro mais famoso da história, o Iso Isetta, surgido na Itália no pós-II Guerra e produzido sob licença em diversos países, incluindo o Brasil (entre 1956 e 1961, com o nome Romi-Isetta).

O Microlino foi desenvolvido pela Micro Mobility Systems (MMS), empresa suíça fabricante de patins. Ele é um quadriciclo elétrico, com velocidade máxima de 90 km/h, o que significa que não pode circular nas rodovias principais. Mas no caos urbano, ele promete ser o dono do pedaço, até porque não deverá causar os constrangimentos (nem aos seus ocupantes nem à fluidez do tráfego) e entregar comodidade com estilo.

NISSAN VERSA 

A expectativa era de que a linha 2023 do Nissan Versa chegasse reestilizada. Afinal, o novo modelo já estava em produção no México desde o começo de 2023. Porém, o sedã só surgiu renovado no Brasil, agora como linha 2024. Paciência.

Nissan Versa 2024 está mais elegante, rico em conteúdo tecnológico e mesmo assim fica mais barato que os rivais
Nissan Versa 2024 está mais elegante, rico em conteúdo tecnológico e mesmo assim fica mais barato que os rivais (Arte/Quatro Rodas)

O Versa 2024 está mais atraente e seguro. A reestilização está concentrada na dianteira. A grade maior, em preto brilhante e detalhes cromados abaixo dos faróis, aproxima o Versa do SUV Kicks. O sedã abandonou o estilo da grade cromada em forma de V, que serviu de identidade de marca, em outros tempos. O para-choque também foi redesenhado e agora passa a ostentar o novo logotipo minimalista da Nissan.  A boa-nova é que agora, além da assinatura de led, os faróis são equipados com DRLs – eliminando a necessidade de acender as luzes durante o dia nas estradas evitando multas.

As dimensões não mudaram nesse facelift e o Versa continua com seus 4,49 m de comprimenteo e 2,62 m de  entre-eixos – o que permite ter um espaço interno generoso. O que também segue inalterado (aí, com viés negativo) é o motor 1.6 aspirado combinado ao câmbio CVT — conjunto robusto e reconhecido, mas que já fica atrás da concorrência.

Continua após a publicidade

BMW M2 

Em termos de design, a BMW vem trabalhando em duas pontas. Carros elétricos como o iX e híbridos como o XM apostam em visual ousado, que causaram polêmica entre os puristas. Já os modelos a combustão mais tradicionais, como os esportivos da linha Motorsport, seguem caminho mais prudente. Sem serem conservadores.

Último modelo 100% a combustão da divisão Motorsport, BMW M2chega ao Brasil com potencial de ser o carro mais divertidonos showrooms da marca por aqui
Último modelo 100% a combustão da divisão Motorsport, BMW M2 chega ao Brasil com potencial de ser o carro mais divertido nos showrooms da marca por aqui (Arte/Quatro Rodas)

Esse é o caso do BMW M2, o último M puramente a gasolina, que recebeu mudanças estéticas profundas em sua nova geração e será lançado no Brasil em breve (as primeiras unidades já desembarcaram). O pequeno cupê de duas portas adota estilo único e, mesmo comparado ao M3, por exemplo, tem pouco a ver e é bem mais tradicional. Ao volante, ele também traz recordações de outros tempos.

ALÉM DISSO: BYD Song Plus x Caoa Chery Tiggo 8 Pro x GWM Haval H6 Premium, Honda ZR-V, Jeep Grand Cherokee 1993 e muito mais.

Atenção!

A distribuição às bancas e assinantes de todo o Brasil começou hoje (4/8), mas o prazo de chegada pode variar dependendo da região.

Carta ao Leitor: Pausa para comemorar

QUATRO RODAS completa 63 anos este mês. E se em anos anteriores registramos esse evento em edições posteriores, envolvidos pela correria do dia a dia, desta vez, os acontecimentos nos convidaram a dar um tempo para comemorar o aniversário na data precisa.

Continua após a publicidade
PCG (esq.) recebe placa de João Irineu (dir.), da AEA
PCG (esq.) recebe placa de João Irineu (dir.), da AEA (Acervo/Quatro Rodas)

Falo de conquistas e reconhecimentos alcançados pela redação e seus colaboradores e pelas equipes da Abril, que trabalham para o sucesso de revista, site, canal no YouTube, mídias sociais e, agora, programa de TV. Isso mesmo. Essa foi a primeira boa-nova que nos fez interromper a rotina e festejar.

Estreamos na TV no dia 3 de junho. O Programa QUATRO RODAS vai ao ar todos os sábados às 18h, com reprise aos domingos às 8h, na TV a cabo, pelo canal BM&C News, sendo transmitido em dez operadoras de TV. E já há aprovação, também, para transmissões na Vivo e na Claro.

Ainda eufóricos com a realização de um sonho antigo, embalado por gerações de jornalistas que passaram pela revista, recebemos outra notícia: a admissão do editor Henrique Rodriguez como jurado do World Car Awards, entidade sem fins lucrativos que há 20 anos organiza a premiação dos melhores carros lançados ao redor do mundo. É o prêmio automotivo mais abrangente, com mais de 100 jornalistas de 30 países.

Agora, a QUATRO RODAS tem três representantes em júris internacionais. Além do Henrique, a repórter Isadora Carvalho participa da WWCoty (Women’s World Car of The Year) e eu voto no Car Design Award, promovido pela Auto&Design, publicação italiana que é referência mundial, quando o assunto é design.

Outro motivo para celebrar foi a Menção Honrosa no Prêmio AEA ESG 2023, com a reportagem Última Esperança, feita por mim, sobre combustíveis sintéticos, na edição número 766, em abril deste ano. Na foto, acima, recebo a placa do engenheiro João Irineu, da AEA.

Continua após a publicidade
Quatro Rodas
Paulo Campo Grande, redator-chefe de QUATRO RODAS (Arte/Quatro Rodas)

Além da equipe, dos parceiros e jurados que nos indicaram, quero agradecer a você, leitor, que prestigia nosso trabalho, atenção esta que para nós é mais que prêmio. Neste ano de vida que se inicia, pode contar com mais novidades e melhorias em nosso conteúdo, porque continuaremos acelerando para entregar o conteúdo que você quer, precisa e admira.

Para começar, já nesta edição, voltamos a ter a coluna Opinião, em nova versão. Ela passa a ser uma coluna da redação, trazendo temas diversos e escrita por diferentes profissionais da equipe. Na estreia, eu falo do livro do designer Walter De Silva (Alfa 156, Audi A5 e VW Polo, entre outros), que me deu muito prazer ao ler e quero compartilhar com você. Não perca.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.