Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Quatro marcas chinesas estariam interessadas nas fábricas da Ford

Great Wall, Changan, Geely e GAC teriam demonstrado interesse em comprar alguma ou ambas as fábricas desativadas pela Ford

Por Igor Macario Atualizado em 14 Maio 2021, 18h19 - Publicado em 13 jan 2021, 20h19
Complexo Industrial Ford Nordeste em Camaçari
Alberto Coutinho/GOVBA/Divulgação

A notícia bombástica do encerramento das atividades da Ford nas fábricas de Camaçari (BA) e Taubaté (SP) já vem levantando questões sobre o futuro dessas instalações, que ficarão desocupadas com a saída da Ford. E, ao que tudo indica, já tem fabricante de olho nas fábricas.

Segundo a CNN Business, quatro marcas chinesas já teriam demonstrado interesse em ocupar alguma das duas fábricas desativadas. Great Wall, Changan, Geely e GAC podem finalmente se instalar no Brasil usando a estrutura já erguida pela Ford.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 7,90

A Great Wall ensaia uma vinda ao país há anos, tendo chegado a anunciar o lançamento de modelos por aqui, ainda importados da China. A Geely teve uma breve passagem por aqui, trazida pelo grupo Gandini, da Kia. A Changan estava prevista para ocupar a fábrica de São Bernardo do Campo (SP), que acabou tomando outros rumos. A GAC corre por fora, e poderá também chegar ao país pela primeira vez.

Também segundo a CNN, alguma dessas montadoras poderá ser representada pelo grupo Caoa, que também produz modelos da Hyundai e Caoa Chery por aqui em fabricas localizadas em Goiás e São Paulo.

Continua após a publicidade

A fabricante que quiser usar o espaço terá que comprar todas as instalações da Ford, que não terá mais participação nem em Camaçari, nem em Taubaté. Ainda assim, a compra sairá mais barato do que construir fábricas do zero.

Complexo Industrial Ford Nordeste em Camaçari.
Complexo Industrial Ford Nordeste em Camaçari.
Foto: Alberto Coutinho/GOVBA Alberto Coutinho/GOVBA/Divulgação

A ida de alguma fabricante para as instalações poderá ser a salvação para a cadeia produtiva já instalada nas regiões. Taubaté e Camaçari têm todo um parque industrial que forneciam peças à Ford, e agora totalmente comprometidos com a saída da montadora.

As administrações públicas locais já estão correndo para achar uma solução e evitar ainda mais demissões com o potencial fechamento de fábricas de fornecedoras.

A mais provável de ser ocupada logo é a fábrica de Camaçari, na Bahia. Mais moderna, ela era totalmente focada na produção de veículos de passeio, de onde saíam Ka e EcoSport, enquanto Taubaté produzia motores e transmissões.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Capa Quatro Rodas 740
arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Publicidade