Peugeot terá picape média feita na Argentina e vendida no Brasil

A empresa criou um novo departamento de veículos utilitários que irá desenvolver oito projetos, incluindo uma picape com capacidade para 1 tonelada

Picape Peugeot Picape Peugeot

Picape Peugeot (/)

A Peugeot vai mesmo produzir uma picape na Argentina. A intenção de voltar ao segmento onde a marca atuou no passado, com a Peugeot 504, já era pública desde o mês de abril, quando a empresa divulgou planos nesse sentido. Só agora, porém, a PSA, que controla a Peugeot e a Citroën, deu sinais de que vai em frente. Seu presidente para a América Latina, Carlos Tavares, anunciou ontem a criação de um departamento de Veículos Utilitários para o continente, com a missão de lançar oito novos modelos, sendo um deles uma picape média com capacidade para uma tonelada de carga.

O comunicado oficial não entra em detalhes, mas especula-se duas possibilidades em relação ao desenvolvimento dessa nova picape. Uma delas diz que ela poderia ser derivada da Toyota Hilux, em razão da parceria que a PSA tem com a Toyota em diversos países para o compartilhamento de tecnologias, nos segmentos de veículos a diesel. Outra aponta para um projeto inteiramente novo, desenvolvido a partir da plataforma EMP2, que a PSA deve utilizar como base para futuros modelos, entre eles a nova minivan Peugeot 5008 e um SUV da marca Citroën, cujo protótipo seria derivado do AirCross Concept, apresentado no Salão de Shangai de 2015.

Segundo apuramos, a picape seria produzida na Argentina para atender ao mercado local (onde a Peugeot tem tradição e popularidade) e também os mercados vizinhos, principalmente o Brasil, onde o segmento de picapes avança mesmo diante da crise econômica. O mercado de picapes cresceu 30% nos últimos cinco anos no Brasil. Em 2015 a expansão foi de 4,5% e este ano, no primeiro trimestre, foi de 5,3%.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s