Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Pela primeira vez na história o carro mais vendido do mundo é elétrico

Aposta ousada de Elon Musk no Tesla Model Y se paga, e SUV elétrico desbanca nomes históricos da Toyota com margem para fazer ainda mais

Por Eduardo Passos
26 Maio 2023, 11h55

O Tesla Model Y foi o carro mais vendido do mundo inteiro no primeiro trimestre de 2023. O levantamento é da consultoria JATO. É a primeira vez na história da indústria automotiva que o primeiro lugar é ocupado por um carro elétrico.

O SUV elétrico teve 267.200 unidades vendidas, tirando a primeira posição do Toyota Corolla, com 256.400 emplacamentos. O pódio foi completado pela Toyota Hilux e suas 214.700 unidades.

Ainda que vários planos ambiciosos de Elon Musk (como a Cybertruck e a autonomia veicular plena) ainda estejam distantes da realidade, o primeiro lugar do Model Y já havia sido previsto pelo bilionário no ano passado, quando percebeu a oportunidade.

Por cerca de US$ 40.000 é possível adquirir versão básica, com tração traseira, com 213 cv, 35,7 kgfm e 387 km de alcance
Por cerca de US$ 40.000 é possível adquirir versão básica, com tração traseira, com 213 cv, 35,7 kgfm e 387 km de alcance (Divulgação/Tesla)

De um lado, a Tesla ampliou significativamente sua capacidade produtiva, abrindo uma nova fábrica no Estados Unidos e outra na Alemanha que, ao todo, podem montar cerca de 10.000 carros por semana.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

Com o Model Y aproveitando a boa recepção dos SUVs pelo consumidor global, Musk aproveitou para dar descontos de até 24% nas versões mais baratas. O movimento atraiu comentários públicos de descrença dos concorrentes e, nos Estados Unidos, foi suficiente para que o Tesla Model Y passasse a custar menos do que a média dos carros vendidos em geral.

Interior é bem mais simples do que estamos acostumados, e parece que muita gente gostou
Interior é bem mais simples do que estamos acostumados, e parece que muita gente gostou (Divulgação/Tesla)

Descontos também foram aplicados nos importantes mercados da Europa e na China. Além disso, a Tesla tomou mais uma de suas medidas incomuns ao vender carros com volante à esquerda no Reino Unido, a fim de simplificar e aumentar a produção.

A curto prazo, a maré é boa para o Model Y, que superou modelos com décadas de vendas mesmo tendo sido lançado no início da pandemia de Covid-19. Além disso, principalmente nos países ricos, consumidores estão ganhando confiança e interesse nos elétricos, ao passo que a infraestrutura de carregamento se expande rapidamente.

Continua após a publicidade
Inaugurada no ano passado, fábrica da Tesla no Texas só perde para a Boeing em termos de área nos Estados Unidos
Inaugurada no ano passado, fábrica da Tesla no Texas só perde para a Boeing em termos de área nos Estados Unidos (Larry D. Moore/Wikimedia)

Pressões ambientais também vêm levando países a acelerar planos de descarbonização que, claro, envolvem isenções fiscais para carros elétricos. No Brasil, inclusive, isso pode acontecer em breve.

O Tesla Model Y não é vendido no mercado nacional, mas há algumas unidades importadas de maneira independente. Caso mantenha o desempenho histórico, o SUV elétrico pode entrar no seleto clube de carros que tiveram um milhão de unidades vendidas em apenas um ano.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.