Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Peças de Strada, Argo e Toro: este Fiat Uno é o mais moderno do Brasil

Além de reformas mecânicas e estruturais, o modelo ganhou a central multimídia do Fiat Argo, o volante da nova Strada e start stop com partida remota

Por Isadora Carvalho Atualizado em 1 mar 2022, 09h59 - Publicado em 23 dez 2021, 11h01

A história do Fiat Uno está chegando ao fim com o lançamento do Fiat Uno Ciao, série de despedida (e limitada a apenas 250 unidades) do icônico hatch lançado em 1984. Mas nem mesmo os últimos exemplares do compacto são tão completos quanto o Fiat Uno Mille 2004 do mineiro Wagner Amâncio. 

Essa história começou há quatro anos, mais especificamente em novembro de 2017. Foi quando Wagner decidiu trocar sua moto Honda CB300R no compacto. O começo, vale dizer, foi bem conturbado, com risco de uma separação definitiva por duas vezes consecutivas.

Mais barato que gasolina! Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 6,90

“Foi uma troca meio louca, ‘no escuro’, como dizem. Não vistoriei muito bem o carro”, conta Amâncio. A falta de vistoria cobrou o preço: o hatch estava em péssimo estado, com pontos de ferrugem nos para-lamas e em uma longarina, para-choques e faróis quebrados, pneus ruins e pintura comprometida.

Fiat Uno Mille 2004
O perfil dedicado ao Uno no Instagram já tem 10.000 seguidores Reprodução/Internet

“Fiquei muito chateado e desanimado depois que vi a situação real do carro. Pensei em devolver, mas já tinha assinado o recibo e foi uma troca ‘chave na chave’, então resolvi seguir com ele”, completou.

Fiat Uno Mille 2004
Antes e depois do exterior do Uno Mille Wagner Amâncio/Acervo pessoal

A partir daí, Wagner começou a deixar o carro com a sua cara. Comprou pneus novos, rodas de liga leve de 13 polegadas originais (para substituir as rodas de aço com calotas que imitavam as rodas da antiga Palio Weekend Adventure), trocou para-choques, para-lamas e colocou as molduras da caixa de rodas do Mille Way, lançado anos depois da produção deste Uno.

Até onde os olhos enxergam, tudo estava indo muito bem. Porém, o motor ainda não estava nas melhores condições. Wagner colocou a mão na massa e retificou, ele mesmo, com a ajuda do pai, o motor 1.0 Fire de 55 cv e 8,5 kgfm. Não foram feitas modificações mecânicas, permanecendo o conjunto original.

Fiat Uno Mille 2004
Para-lamas ganharam molduras e calotas deram lugar às rodas da versão Top Wagner Amâncio/Acervo pessoal

Uno ou Argo?

Antes da personalização, porém, o interior foi todo desmontado para o tratamento da ferrugem. Ele também recebeu um revestimento de manta asfáltica e feltro que, segundo o dono, garante um isolamento acústico e térmico que o Fiat Uno nunca teve. 

Fiat Uno Mille 2004
O assoalho foi tratado contra as ferrugens Wagner Amâncio/Acervo pessoal

“Até então, a minha intenção era deixar o Uno todo original. Porém, achava os bancos muito desconfortáveis e encontrei assentos dos Hyundai HB20 novos e com excelente preço, e partir daí segui customizando”, disse Wagner.

A troca do volante, que estava em péssimas condições, foi um capítulo à parte. “Acabei comprando o volante do Grand Siena com comandos de som, mas não tinha rádio. Queria mesmo era multimídia, mas não achava lugar no painel onde poderia adaptar. Até que um dia encontrei a central multimídia do Fiat Argo e ficou perfeito no painel do Mille”, diz.

Continua após a publicidade

Fiat Uno Mille 2004
Nessa fase, os bancos de HB20 já estavam instalados Wagner Amâncio/Acervo pessoal

A instalação da multimídia em um modelo que não foi projetado para isso foi uma verdadeira saga. Foram cinco meses de estudo para conseguir fazer funcionar. “Não achava nada na internet sobre a instalação, mas com a ajuda de um amigo e na base da gambiarra, conseguimos,” conta Wagner. 

“Depois disso, comprei o volante da Fiat Toro e o start stop com partida remota, que deu vida nova pro carro. ”Mas, o volante da Toro durou pouco no Mille. Assim que a Nova Strada foi lançada, o volante da picapinha foi escolhido como o quarto modelo que o Mille teria em sua jornada.

Fiat Uno Mille 2004
O primeiro volante que equipou o Mille, vindo do Grand Siena Wagner Amâncio/Acervo pessoal

Natural de Belo Horizonte (MG), Wagner, além de assistente executivo, também atua revendendo peças automotivas pela internet – o que favorece a customização do seu carro, já que ele tem acesso a preços menores.

Uma das mais recentes aquisições foi a grade customizada com a Fiat Flag (o símbolo com as cores da Itália, presente em todos os recentes lançamentos da marca), que Wagner utiliza apenas nos encontros de carros antigos.

Fiat Uno Mille 2004
Ainda com um volante de Toro, o modelo tem até entrada USB, posicionada abaixo do quadro de instrumentos Wagner Amâncio/Acervo pessoal
Compartilhe essa matéria via:

“Posso dizer que se tivesse comprado todas as peças pelo valor de tabela teria gasto já uns R$ 15.000 – mais que o valor do próprio carro”, garantiu, sem dizer o gasto real.

Além dessa vantagem, Wagner criou, há um ano e meio, um perfil no Instagram para o Mille modernizado. A página @unomillesilveredition, onde ele mostra toda a evolução e as novidades do carro, já acumula mais de 10.000 seguidores.

Fiat Uno Mille 2004
Antes e depois, já com o volante da nova Strada Wagner Amâncio/Acervo pessoal

“Só criei a conta graças ao incentivo dos amigos @unoredmille e @rafaadouno – que inclusive foi quem criou o nome do meu perfil – sem eles acho que não teria exposto o projeto”, diz.

Com a atuação no Instagram, Wagner conseguiu algumas parcerias com autopeças e tem ajudado outros amantes de Uno a modernizarem os seus carros. Segundo ele, é “bem gratificante”.

Fiat Uno Mille 2004
Grade com a Fiat Flag só aparece em encontros de carros Wagner Amâncio/Acervo pessoal

A intenção de Wagner é continuar investindo no Uno para torná-lo ainda mais moderno, até por ser o seu carro do dia a dia. E, não. Ele não pensa mais em se desfazer do tão amado Mille. 

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

capa
A edição 752 de QUATRO RODAS já está nas bancas! arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)