O2 Pursuit: movida a ar

Estudante australiano desenvolve moto cross movida a ar comprimido

O2 Pursuit O2 Pursuit

O2 Pursuit (/)

Tendo a seu favor uma melhor equação peso/necessidade de potência, as matrizes energéticas começam a se desenvolver com maior rapidez e viabilidade nos veículos de duas rodas. Um bom exemplo é o protótipo projetado pelo estudante australiano Dean Benstead no curso de desenho industrial da Universidade RMIT, em Melbourne, no sul da Austrália, que desenvovlveu uma moto movida a ar comprimido e capaz de atingir uma velocidade de até 100 km/h. O modelo foi um dos destaques da Feira de Motocicletas e Scooters de Sydney, na Austrália.

No Salão de seu país o criador da O2 Pursuit, recebeu o apoio da Yamaha e montou um propulsor da também australiana DiPietro Engine, que funciona com um cilindro de ar comprimido de 18 litros, em um chassi do modelo crosss WR-250 da marca japonesa.

Dean Benstead garante que seu objetivo é demonstrar que o uso do ar comprimido é uma alternativa aos combustíveis fósseis e à eletricidade. “Quero explorar a viabilidade do ar como fonte alternativa de energia”, garante ele. É ele mesmo quem elenca as principais vantagens de seu modelo: redução da poluição do ar; redução da poluição sonora; edução de peso; maior agilidade e maneabilidade; baixo custo de operação e uso de energia sustentável.

Sustentabilidade, por sinal é a palavra de ordem nesse projeto.
 Dean garante que a única emissão que sai de sua O2 Pursuit é ar limpo. O projeto completo prevê que na recarga o ar possa ser comprimido por fontes de energia solar ou qualquer outra fonte de energia renovável, criando assim um círculo completo de criação de energia limpa. 
Na própria fabricação das motos está prevista apenas a utilização de materiais reciclados.

Assista ao vídeo com a apresentação do modelo montado sobre a base da WR-250 e mostrado no Salão da Austrália.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s