Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Novos Jeep Wagoneer oferecem luxo, motores V8 híbridos e até 7 telas

Reboot do icônico modelo da Jeep chega em duas versões V8, com muito luxo e ainda mais telas

Por Eduardo Passos Atualizado em 12 mar 2021, 12h38 - Publicado em 12 mar 2021, 12h36
Os modelos têm mesmas dimensões, variando em termos de mecânica e acessórios
Os modelos têm mesmas dimensões, variando em termos de mecânica e acessórios Divulgação/Jeep

A espera grande foi recompensada de modo equivalente e a Jeep apresentou a nova geração dos Wagoneer e Grand Wagoneer. Prontos para brigar no nicho da Ford Suburban e do Chevrolet Expedition, os utilitários optaram pela receita clássica e seu legado: luxo, motor V8 e tamanho, mas sem esquecer da tecnologia.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 7,90

Os modelos chegavam renovados ao portfólio da marca americana como uma “extensão premium”, feita sob medida aos gostos do consumidor local. Como se trata de um nicho reduzido, a Jeep não economizou nas especificações à moda do consumidor.

Questão de referência

O novo Jeep Wagoneer 2022
O novo Jeep Wagoneer 2022 Divulgação/Jeep

O mais humilde Wagoneer, por exemplo, traz o mesmo motor V8 5.7 HEMI da RAM 1500 à venda no Brasil, com 397 cv de potência e 55,8 kgfm de torque. Se aqui o insano consumo de gasolina não parece ter impedido o sucesso da picape, no Norte não é bem assim, já que o SUV estreará o sistema híbrido parcial eTorque de nova geração.

Iluminação dos modelos é toda baseada em leds
Iluminação dos modelos é toda baseada em leds Divulgação/Jeep

Dedicado à economia de combustível, o eTorque usa seu gerador elétrico em situações como paradas no trânsito, antecipando o desligamento do motor e, na partida, religando-o mais rapidamente, imitando o torque a baixas rotações de motores diesel.

Motor do Grand Wagoneer é 6.4 mas se preocupa com o consumo
Motor do Grand Wagoneer é 6.4 mas se preocupa com o consumo Divulgação/Jeep

A tecnologia recupera energia das frenagens e, enquanto o motorista não pisa no acelerador, desativa injeção e ignição de quatro dos oito cilindros. Ao mesmo tempo, a eletrônica otimiza as variáveis do comando de válvulas para maximizar a eficiência via fechamento tardio da válvula de admissão, o que aumenta a expansão pós-combustão.

All-new 2022 Wagoneer standard 20-inch aluminum wheels featuring a multitude of finishes and textures. A three-dimensional wheel cap highlighting the Wagoneer logo is suspended in acrylic.
Há opção de rodas de aro 20 ou 22 Divulgação/Jeep

O motor elétrico ainda cuida de operar a ventoinha do radiador, prometendo operação mais silenciosa e economia de combustível ao eliminar perdas de energia por correntes elétricas parasitas. Ao mesmo tempo, a grade frontal tem ângulo variável e, caso a temperatura esteja sob controle, pode ser completamente fechada para melhorar a aerodinâmica.

All-new 2022 Grand Wagoneer features the legendary seven-slot grille hinting at family ties and, on Grand Wagoneer models, features paint-over-chrome laser-etched grille rings, similar to a knurled finish seen on fine watches.
Aletas da icônica grade podem se fechar completamente Divulgação/Jeep

Tudo isso também vale para o Grand Wagoneer, que tem as mesmas dimensões mas é movido pelo V8 6.4 de 487 cv de potência e 62,9 kgfm de torque, prometendo rebocar até 4,5 toneladas sem problemas.

All-new 2022 Grand Wagoneer Series III
Sucesso da Jeep no Brasil pode trazer a linha Wagoneer ao país Divulgação/Jeep

Ambos os modelos têm transmissão automática de oito velocidades e tração integral (que no Wagoneer não é de série) com três opções de 4×4. A Quadra-Trac I, por exemplo, é mais simples e opera com tração integral a todo instante, sem botões seletores. Segundo a Jeep, essa é a opção mais econômica, dada sua eficiência ao transferir torque preferencial à roda com maior aderência no momento.

All-new 2022 Wagoneer Series II
Wagoneer de entrada oferece tração traseira Divulgação/Jeep

A Quadra-Trac II é parecida, mas possui caixa de transferência com duas velocidades e usa sensores para otimizar seu bloqueio de diferencial, jogando torque máximo a uma roda prestes a perder tração. Se ainda assim destracionar, o torque é revertido a outra roda, com mais contato.

Continua após a publicidade
All-new 2022 Grand Wagoneer exterior Grand Wagoneer badge
Grand Wagoneer garante preparo a qualquer pavimento Divulgação/Jeep

Terceira opção, o Quadra-Drive II também traz duas velocidades e se destaca pelo diferencial traseiro com deslizamento limitado (eLSD), útil às trilhas. Assim como a Quadra-Trac II, a transmissão conta seletor para cenários esportivos, com pedras, neve, areia/lama e automático. Caso opte pela suspensão a ar Quadra-Lift, essa tem sua altura variável conforme o cenário, com até 9 cm de elevação adicional.

Suíte de luxo

All-new 2022 Grand Wagoneer features hand-wrapped, quilited Palermo leather seats in all three rows.
Espaço e elegância não são problemas do Grand Wagoneer Divulgação/Quatro Rodas

Espaço não falta ao novo Jeep, que comporta até oito passageiros nas configurações 2/3/2 ou 2/2/3, com “cadeiras de capitão” na fileira de dois assentos. Quem embarcar na nave-mãe Grand Wagoneer se verá envolvido por acabamento em nogueira americana acetinada, comum em barcos de luxo. Onde a madeira não serve, entram estofamento em couro Nappa ou o ainda mais caro Palermo, nas versões de topo.

All-new 2022 Grand Wagoneer features the pinnacle of premium SUV interiors (seen here in Tupelo) with a modern American style and Uconnect 5 12-inch touchscreen radio.
Receita da Jeep leva muita madeira, telas, couro e uma pitada de alumínio Divulgação/Jeep

Os assentos têm memória de configuração, aquecimento e refrigeração e a primeira fila conta até com sistema de massagem lombar. O Wagoneer clássico também é lembrado no volante de dois raios, mas daí a modernidade toma conta e os displays abundam.

All-new 2022 Wagoneer features the pinnacle of premium SUV interiors with a modern American style and Uconnect 5 10.1-inch touchscreen radio.
Interior do Wagoneer é bem mais discreto Divulgação/Jeep

Ao todo, são 50 polegadas de telas na Wagoneer e insanas 75 polegadas no Grand Wagoneer. Na conta, há o painel de instrumentos digital (12,3’’), central multimídia principal (12’’), central auxiliar (10,25’’) e tela dedicada ao passageiro da frente (10,25’’).

All-new 2022 Grand Wagoneer features the pinnacle of premium SUV interiors with a modern American style and Uconnect 5 12-inch touchscreen radio.
Sistema Uconnect cuida do fluxo de dados de mídia Divulgação/Jeep

Atrás vão mais três telas, sendo uma a cada passageiro e outra entre os assentos. Todos displays individuais contam com entrada HDMI e conexão ao sistema Uconnect 5, também usado pela Fiat.

All-new 2022 Grand Wagoneer features two 10.1-inch entertainment touchscreens with the available Rear Seat Entertainment system, which features independent streaming capabilities from major content providers.
Quase um drive-in, mas com cinema embutido ao carro Divulgação/Jeep

O destaque multimídia, porém, é o acesso ao streaming Fire TV da Amazon, que também oferece sua assistente Alexa para cuidar dos comandos de voz. Proposta bem semelhante foi apresentada pela FCA do Brasil ano passado, devendo estrear no novo SUV da montadora.

Tal como previsto ao Progetto 363, os novos Jeep contam com hotspot 4G, capaz de oferecer conexão Wi-Fi a até oito dispositivos. Para carregá-los, há nada menos que onze portas USB espalhadas pelo carro.

All-new 2022 Wagoneer features a standard 10.25-inch frameless digital cluster with nearly two dozen different menus including an analog speedometer.
Painel digital é complementado pelo HUD Divulgação/Jeep

A tecnologia também é usada na segurança, sendo o utilitário um veículo autônomo de nível 2, capaz de se manter em faixas de rolagem por conta própria em situações tranquilas. Os sensores ainda servem para detectar obstáculos em viagens noturnas e ameaças em cruzamentos em nível, com ajuda do head-up display projetado no para-brisas.

Já em pré-venda nos Estados Unidos, os Jeep Wagoneer partem de R$ 332.000, com a versão de topo do Grand Wagoneer chegando a R$ 614.000. Não dá para reclamar do custo-benefício sabendo que um Jeep Compass no Brasil passa tranquilamente dos R$ 200 mil.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

QR - CAPA 742 - FEVEREIRO
Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade
Publicidade