Clique e assine por apenas 8,90/mês

Novo Tesla Model S promete ser o carro mais rápido do mundo

Com pacore de baterias maior, sedã é tão rápido quanto uma LaFerrari ou McLaren P1 e supera o Porsche 918 Spider

Por Henrique Rodriguez - Atualizado em 23 nov 2016, 21h33 - Publicado em 25 ago 2016, 11h12
Tesla Model S facelift front
Tesla Model S concentra leves alterações na dianteira

Pode soar como o final dos tempos, mas o novo Tesla Model S P100D está em vias de se tornar o carro de produção mais rápido do mundo na atualidade. Esta que será a nova versão do sedã elétrico tem um novo pacote de baterias mais potente, de 100kWh. Com isso, no modo Ludricrous – que permite que o motor use toda sua potência – há energia suficiente para acelerar de 0 a 100 km/h em 2,5 segundos.

LEIA MAIS:

>> Tesla revela Model 3, que deve ser vendido no Brasil

>> Como funciona a recarga rápida nos modelos elétricos?

Continua após a publicidade

>> Tesla Model X supera Ferrari F430 em arrancada 

Tesla Model S facelift rear
Tesla Model S

Para efeito de comparação, é o mesmo desempenho de uma Ferrari La Ferrari ou um McLaren P1 e ainda supera o Porsche 918 Spider por 0,2 segundos. Mas, em vez de se tratar de um superesportivo caríssimo e exclusivo, estamos falando de um sedã elétrico com mais de 2.200 kg com espaço e conforto para sua família e que custa 134.500 dolares, ou R$ 433.500 ao câmbio atual. A Tesla não divulga a potência, mas supera os 672 cv do P100D, antigo topo de linha da marca.

Tesla Model S
Ex-engenheiros da Apple criaram o tablet que comanda tudo | Leia mais

No mundo real, a vantagem da bateria de 100 kWh está na autonomia de 613 km por carga. É o primeiro carro 100% elétrico que ultrapassa os 600 km de autonomia – o P90D consegue 528 km. No caso do crossover Model X P100D, o zero a 100km/h é cumprido em 2,9 segundos e tem autonomia de 542 km.

Quem já tem um Tesla da versão P90D pode atualizar seu pacote de baterias para o de 100kWh por 20 mil dólares (R$ 64.500). Para quem ainda não recebeu o carro, o custo é de 10 mil dolares (R$ 32.250).

Publicidade