Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Novo SUV da Toyota, C-HR é elogiado pela imprensa inglesa

Unidades de pré-série foram experimentadas na Europa meses antes do lançamento oficial

Por Redação
Atualizado em 23 nov 2016, 20h55 - Publicado em 15 abr 2016, 12h58
Toyota C-HR
Visual ousado com grande profusão de vincos e volumes é a marca do Toyota C-HR ()

Apresentado no último Salão de Genebra e previsto para ser lançado no segundo semestre de 2016 na Europa, o Toyota C-HR já ganhou elogios da imprensa especializada. Unidades de pré-série – com interior ainda em finalização  – participaram de uma rodada de experimentação na França. Os jornalistas não puderam dirigir o carro (quem esteve ao volante foi Hiro Koba, engenheiro-chefe do projeto), mas deram suas impressões do banco do passageiro.

Futuro concorrente direto do Honda HR-V, o novo Toyota terá inicialmente três opções de motorização: 1.2 turbinado, 1.8 híbrido e 2.0 aspirado. A versão disponibilizada foi a 1.2 turbo, com opção de câmbio manual ou CVT. O desempenho foi considerado satisfatório, mas o grande destaque ficou para a dirigibilidade. Para os jornalistas ingleses da Autocar, ele estabelece um novo parâmetro de dinâmica na linha Toyota, com conforto em vias esburacadas, bom comportamento em curvas e características bem próximas das de um hatch médio – segundo a Toyota, nesse aspecto as referências para seu desenvolvimento foram o Audi Q3 e o VW Golf.

Toyota C-HR
Modelo terá opções de motores 1.2 turbo, 1.8 híbrido e 2.0 aspirado ()

A posição de dirigir é levemente elevada, e o espaço interno agradou, com bom espaço para as pernas – a exceção é a altura para as cabeças no banco traseiro, culpa do design ousado, com teto baixo de caimento suave que dá ao C-HR um ar de cupê esportivo. Haverá uma grande tela multimídia no centro do painel, e o porta-malas terá capacidade inicial de 370 litros, menor que os 437 litros do Honda HR-V.

Ainda não há confirmação de que o novo carro será vendido no Brasil. Especula-se, porém, que ele deve ser fabricado por aqui. Sua nova plataforma, chamada de TNGA, é a mesma do Prius, o híbrido que pode ser fabricado nacionalmente a partir de 2018. Com o sucesso do HR-V e do Renegade, soa improvável que a Toyota abra mão de um mercado que parece ter obsessão por SUVs compactos.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.