Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Novo Fit será fabricado na planta de Itirapina

Executivos também confirmam produção de VEZEL e novo City

Por redação, com informações de Vitor Matsubara Atualizado em 9 nov 2016, 12h53 - Publicado em 26 nov 2013, 11h52
fabricantes

A Honda anunciou nesta terça-feira (26) que o Novo Fit será o primeiro modelo produzido na fábrica de Itirapina, no interior de São Paulo. Durante o evento, a fabricante divulgou que o Brasil representa o quarto maior mercado do mundo para a Honda.

A nova fábrica da Honda no Brasil terá 5.800.000 metros quadrados, com 1 bilhão de reais investidos, dobrando a capacidade produtiva no país para 240 mil veículos por ano e gerando mais 2 mil empregos diretos.

Segundo o presidente mundial da Honda, Takanobu Ito, a fabricante japonesa também construirá um Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Sumaré, com investimento de mais de 100 milhões de reais, que será inaugurado até o fim deste ano. A produção de peças plásticas e powertrains será realizada em Sumaré.

De acordo com Carlos Eiji, diretor executivo da Honda, o Fit não será o único carro fabricado em Itirapina, que produzirá “outros modelos da mesma categoria muito requisitados pelo consumidor”, citou ele, sem revelar a quais seriam os veículos.

executivos-honda.jpeg

Atualização às 13h45, em 26/11/2013Dando sequência à entrevista coletiva com a imprensa nacional, os executivos da Honda explicaram que, inicialmente, o novo Fit será feito em Sumaré, já em 2014. Uma vez inaugurada a planta de Itirapina, o modelo passará a será produzido apenas nas novas instalações, ou, caso a demanda seja muito grande, em ambas as fábricas.

Outra novidade foi a confirmação da produção doSUV VEZEL no País, feita por Roberto Akiyama, diretor-executivo da Honda Automóveis. Masahiro Takedagawa, diretor da Honda South América, informou que não está decidido o local de fabricação do utilitário, derivado do novo Fit, mas as duas plantas da Honda terão condições de montá-lo. Além disso, a nova geração do sedã City também terá produção nacional.

Por fim, a Honda informou que pretende alcançar os 80% de nacionalização dos carros vendidos no Brasil nos próximos anos.

Continua após a publicidade
Publicidade