Clique e assine por apenas 5,90/mês

Novo Chery Tiggo 2 troca câmbio automático de 4 marchas por CVT

SUV compacto ganhou freio de estacionamento eletrônico e central de 9 polegadas, mas não abandonou o motor 1.5

Por Henrique Rodriguez - 17 ago 2020, 10h57
A Chery chama essa nova identidade de design de “Life In Motion 3.0” Divulgação/Chery

O menor dos SUVs da Chery na China foi atualizado. Conhecido no Brasil como Tiggo 2, na China sempre foi vendido como Tiggo 3X. Mas com a nova frente, com faróis divididos em dois níveis (os DRLs ficam na parte superior) como na nova geração do Tiggo 7, ele passa a ser chamado de Tiggo 3X Plus, o que sinaliza que o modelo antigo seguirá à venda.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

A marca chinesa chama o novo estilo de  “Life In Motion 3.0”. Ele também contempla a grade dianteira com pontos cromados que parecem flutuar e o novo para-choque dianteiro. Atrás, nada de novas lanternas mas a régua que as interliga passa a ser preto brilhante (antes era cromada) e o para-choque mudou.

AutoHome/Reprodução

O interior mostra uma preocupação em incrementar o carro que nasceu derivado do simples Celer hatch. O modelo ganhou nova central multimídia com tela de 9 polegadas, partida por botão, novo volante com base achatada e os comandos do ar-concionado também são novos. Controle de estabilidade e freio de estacionamento elétrico também são novidade.

AutoHome/Reprodução

A Chery chegou a testar um novo motor três-cilindros 1.0 turbo no modelo, mas manteve o conhecido SQRE4G15C, 1.5 aspirado de 116 cv oferecido tanto com câmbio manual de cinco marchas como um automático CVT – que substitui o antigo automático de quatro marchas. A versão elétrica será atualizada mais tarde. 

AutoHome/Reprodução

O Chery Tiggo 3X Plus começa a ser vendido na China entre outubro e novembro e, de acordo com a imprensa chinesa, terá o mesmo preço base do modelo antigo: 50.000 yuans (ou R$ 39.150 na conversão direta).

O antigo modelo segue em produção na fábrica da Caoa Chery em Jacareí (SP) e o lançamento do novo pode ser apenas uma questão de tempo. 

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Continua após a publicidade
Publicidade