Nova Mitsubishi L200 Triton tira nota zero em segurança no Latin NCAP

Versão voltada ao mercado de frotas no Chile e desprovida de itens de segurança obrigatórios no Brasil teve resultado pífio na avaliação da entidade

Nova Mitsubishi L200 Triton no Latin NCAP

Nova Mitsubishi L200 Triton no Latin NCAP (Latin NCAP/Divulgação)

A Mitsubishi L200 Triton com visual já reestilizado decepcionou em sua primeira aparição no Latin NCAP, programa de segurança viária para América Latina e Caribe.

Após prova de impacto frontal parcial a 64 km/h, a picape média tirou zero estrela em segurança para adultos e duas para crianças.

Tal resultado ocorreu em uma unidade produzida na Tailândia e vendida no Chile sem airbags frontais, controle eletrônico de estabilidade ou aviso de uso de cinto de segurança.

Apesar de o habitáculo ter se mantido quase 100% íntegro após a colisão (apenas um pequeno arqueamento da coluna A foi detectado), o Latin NCAP detectou “estrutura instável e instabilidade na área dos pés”.

Além disso, a ausência das bolsas infláveis comprometeu substancialmente a proteção a rosto e parte superior do tórax de motorista e passageiro.

Picape testada já está com visual atualizado

Picape testada já está com visual atualizado (Vicente Schimitt/Quatro Rodas)

O programa criticou também a ausência de cinto de três pontos na posição central traseira, e apontou que a instalação do Sistema de Retenção Infantil (SRI) usando o cinto, e não a ancoragem Isofix, apesar da presença deste item, comprometeu a proteção para crianças.

Isto porque o NCAP segue a recomendação do manual do veículo na instalação. Resultado: apenas duas estrelas na avaliação infantil.

Ao Latin NCAP, a Mitsubishi “prometeu melhorar o equipamento básico padrão da L200 em toda a América Latina em produção a partir de fevereiro de 2020, chegando ao mercado não antes de abril de 2020, incluindo airbags dianteiros para o motorista e passageiro e cintos de segurança para o motorista e passageiro com pretensores e limitadores de carga”.

Vale lembrar que a nova L200, já testada por QUATRO RODAS, virá ao Brasil com airbags frontais para motorista e passageiro, já obrigatórios no país, além de ganchos Isofix e cintos com três pontos em todas as posições, que se tornarão mandatórios a partir do ano que vem.

Isso pode ajudar a futura picape nacional a melhorar seus resultados na avaliação da entidade.

Entretanto, caso a HPE, representante oficial da marca no país, opte por não incluir controle eletrônico de estabilidade em parte da gama, como já acontece nas versões de entrada da picape vendida atualmente, ela ainda tirará zero estrela seguindo o novo protocolo do programa a partir do ano que vem.

Mesmo com todos os componentes acima, a ausência de equipamentos de segurança ativa que passarão a ser levados em conta, como frenagem autônoma de emergência, avisos de cinto em todas as posições, alerta de ponto cego e assistente de permanência em faixa, ela não passaria de uma estrela em nova avaliação.

Procurada, a assessoria da HPE confirmou que a especificação da nova L200 Triton brasileira terá mais itens de segurança em relação à testada no Chile.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s