Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

NHTSA recebe queixa de aceleração indevida em Tesla Model S

Marca diz que erro foi cometido pela motorista

Por Redação Atualizado em 9 nov 2016, 12h45 - Publicado em 26 set 2013, 11h53
mercado

A franca ascensão da Tesla nos Estados Unidos pode sofrer um baque. A National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA), entidade que coordena questões relativas à segurança de trânsito nos Estados Unidos, recebeu uma queixa de aceleração indevida e não-intencional do Model S.

De acordo com o relato feito pelo proprietário do veículo, a esposa dele guiava o elétrico por uma estrada local, em velocidade aproximada de 12 km/h, quando o carro acelerou inesperadamente e provocou uma colisão, sem danos físicos à mulher.

Os dados registrados por um dos engenheiros da Tesla indica que a pressão sobre o acelerador, numa fração de segundo, passou de 18% para 100%. A informação entra em conflito com o comunicado oficial da marca, que menciona um sistema do Model S que impede um nível superior a 92% de aceleração.

Continua após a publicidade

Publicidade