Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Mitsubishi Outlander

Renovado, SUV chega ao país importado do Japão

Por Vitor Matsubara Atualizado em 9 nov 2016, 01h17 - Publicado em 24 ago 2013, 15h55
lancamentos

Depois do ASX fabricado no Brasil, o novo Outlander é um dos lançamentos mais importantes da Mitsubishi no país. Ainda importado do Japão, o SUV pode adquirir cidadania brasileira em breve, seguindo os passos do próprio ASX e do Lancer – que será feito aqui a partir de 2014. Tudo depende de um volume de vendas mais expressivo do que as 600 unidades estimadas pela marca por mês.

Para fazer sucesso, a Mitsubishi aposta no cheiro de novidade do Outlander. Completamente renovado, ele estreia uma nova plataforma chamada RE. Trata-se de uma evolução da plataforma GS, utilizada no antigo Outlander e na dupla ASX e Lancer. Com 4,66 m de comprimento, 1,80 m de largura e 1,68 metro de altura, o modelo tem os mesmos 2,67 metros de distância entre-eixos de seu antecessor.

O design antes inspirado no Lancer agora caminha com passos próprios. A frente traz a nova identidade visual da marca, com uma grade mais discreta e faróis mais alongados, que chegam até as laterais. Na traseira, as antigas lanternas cederam espaço a um conjunto translúcido, mais futurista. Quem viaja dentro do Outlander tem à disposição uma cabine minimalista e moderna, com fácil acesso a todos os comandos – principalmente no caso do motorista.

O Outlander chega ao Brasil com as mesmas motorizações da geração anterior: 2.0 de quatro cilindros, com 160 cv e torque máximo de 20,1 mkgf, e 3.0 V6, de 240 cv e 31 mkgf de torque máximo. A versão de entrada traz itens como nove airbags, freios ABS com EBD (distribuição de força de frenagem), controles de tração e de estabilidade, ar-condicionado digital bizona, direção com assistência elétrica, faróis de LED e de neblina, destravamento das portas e partida do motor sem chave, coluna de direção com ajustes de altura e profundidade, bancos de couro com ajustes elétricos, teto solar elétrico, sistema multimídia com tela touchscreen e rodas de liga leve aro 18. Nesta configuração, o motor 2.0 é acoplado a uma transmissão CVT e tração 4×2, por 102.990 reais.

A partir da versão intermediária V6 GT 4×4 é que o Outlander usa o motor 3.0 V6. Em vez do câmbio CVT, o SUV conta com uma transmissão automática de seis marchas com opção de trocas sequenciais por borboletas atrás do volante. A tração é integral e o carro ganha itens como faróis bi-xenon, piloto automático adaptativo (aumenta e/ou reduz a velocidade de acordo com a distância e velocidade pré-estabelecidas pelo condutor), sensores de chuva e crepuscular, câmera de ré e terceira fileira de bancos. Seu preço é de 130.990 reais.

A versão V6 GT 4×4 com o Full Technology Pack é a opção mais cara da linha. Por 139.990 reais, acrescenta o Forward Collision Mitigation (sistema que freia o carro automaticamente e evita colisões em baixas velocidades) e o Hill Start Assistance (assistência para partidas em rampa, tanto para frente quanto para trás).

Na opinião da Mitsubishi, o novo Outlander 2.0 concorrerá com Chevrolet Captiva, Honda CR-V, Fiat Freemont, Kia Sportage e Hyundai ix35. Já a versão V6 brigará com Hyundai Santa Fe, Kia Sorento, Ford Edge e Land Rover Freelander 2.

Continua após a publicidade
Publicidade