Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Marcas asiáticas têm clientes mais satisfeitos do país; Toyota é líder

Estudo da J.D Power também apontou alto índice de reclamações dos brasileiros

Por Vitor Matsubara Atualizado em 9 nov 2016, 12h37 - Publicado em 8 ago 2013, 14h41
mercado

As fabricantes asiáticas têm os clientes mais satisfeitos do Brasil. É o que aponta o último estudo feito pela J.D Power Brasil, instituto especializado na análise do mercado automotivo, que entrevistou proprietários de automóveis novos comprados há 12 e 36 meses.

O índice de satisfação de cada marca é medido com base em quatro fatores: custo de propriedade (consumo de combustível, valor do seguro e custo de manutenção e reparo), experiência pós-venda, design e desempenho do veículo e qualidade e confiabilidade do carro. O estudo brasileiro coloca o custo de manutenção com maior peso do que os demais critérios.

A Toyota foi a montadora mais bem avaliada por seus clientes, com 814 pontos, seguido pela conterrânea (e arquirrival) Honda, que obteve 778 pontos. Em seguida surge a Hyundai (771 pontos), seguida de perto por Nissan (770) e Kia (768). Apenas no sexto lugar é que aparece uma marca não-asiática, a Citroën, com 739 pontos. No sétimo lugar, está a Chevrolet (735 pontos), seguida pela Renault (730 pontos). A francesa ficou à frente das líderes de mercado Volkswagen (724), Fiat (723) e Ford (721). A última posição entre as marcas listadas ficou com a Peugeot (704 pontos). A pontuação máxima possível é de 1.000 pontos.

O estudo também avaliou os modelos mais bem avaliados em quatro categorias. O Fiat Palio Fire levou a melhor entre os subcompactos (741 pontos), superando Fiat Uno (735) e Renault Clio (731). Entre os sedãs de entrada, o Renault Logan empatou com o VW Voyage, ambos com 740 pontos, deixando o Chevrolet Classic em terceiro lugar com 729 pontos.

Com 777 pontos, o VW Polo foi o mais bem avaliado entre os compactos premium, superando Ford New Fiesta (772) e Honda City (748 pontos). Na última categoria do estudo, o Toyota Corolla levou a melhor sobre seu rival Honda Civic: foram 814 pontos contra 807.

Embora o índice de satisfação das marcas tenha melhorado bastante, a J.D Power afirma que o número de reclamações dos clientes ainda é alto. Segundo o levantamento, os brasileiros donos de carros novos relatam 352 problemas a cada 100 unidades vendidas. Para efeito de comparação, na Alemanha são 230 queixas e na Inglaterra o número é de 204.

“A alta incidência de problemas em relação à qualidade dos veículos reforça a percepção de que os carros produzidos no Brasil são de baixa qualidade”, concluiu Jon Sederstrom, diretor nacional da J. D. Power Brasil.

Continua após a publicidade

Publicidade