Clique e assine por apenas 8,90/mês

KTM retorna ao mercado brasileiro em dezembro

Em parceria com a Dafra, marca austríaca quer vender 3 mil motos no primeiro ano

Por Redação - Atualizado em 9 nov 2016, 13h43 - Publicado em 4 jun 2014, 22h56
KTM retorna ao mercado brasileiro em dezembro

A KTM voltará a operar no mercado motociclístico brasileiro em dezembro de 2014. A confirmação ocorreu na noite desta quarta-feira (4), num evento realizado na cidade de São Paulo, do qual participou a imprensa especializada.

A marca austríaca, fundada em 1953, retorna ao País em parceria com a Dafra Motos. Num primeiro momento, serão trabalhadas duas vertentes: a importação de motos e a montagem feita em Manaus, pelo sistema CKD. Na primeira, encaixam-se modelos como 1290 Super Duke R, 1190 RC8 R, 1190 Adventure, 1190 Adventure R, 65 SX e 50 SX. Da segunda, fazem parte modelos de enduro como 250 EXC-F, 300 EXC e 350 EXC-F.

Num segundo momento, durante o primeiro semestre de 2015, chegarão Duke 200 e Duke 390. Por fim, na metade final do próximo ano, será a vez de RC 390, 250 SX-F e 350 SX-F. Os preços só serão revelados num momento mais próximo ao lançamento das motos, mas a cúpula da KTM promete valores competitivos em relação às rivais. Também serão oferecidos outros produtos, desde souvenirs a apetrechos usados em competição.

040614duke200.jpg

Haverá dois tipos de locais que comercializarão as motos da KTM. Um deles é o conceito de loja-boutique, chamada “flagship”, onde estarão disponíveis todos os modelos e demais produtos. Cinco unidades deverão ser abertas nessa modalidade: uma em São Paulo, uma no Rio de Janeiro, uma em Belo Horizonte, uma na região Sul (sem Estado definido) e uma na região Centro-Oeste (sem Estado definido). Elas entrarão em funcionamento em dezembro.

Outro tipo de espaço será o chamado “dual brand”, onde, no mesmo ambiente, serão vendidas motos da Dafra e da KTM. O objetivo é aumentar a capilaridade da marca em outras cidades populosas, como, por exemplo, as demais capitais estaduais. Aqui, estarão disponíveis três motos: RC 390, Duke 200 e Duke 390. A perspectiva é de que as lojas dual brand passem a operar em abril de 2015.

A perspectiva da KTM é de alcançar a marca de 3 mil unidades vendidas nos primeiros 12 meses de mercado brasileiro, com 1,2 mil exemplares de modelos offroad e 1,8 mil Dukes.

Continua após a publicidade
Publicidade