Clique e assine por apenas 8,90/mês

Hyundai Creta 2020 jura que mudou, mas difícil é enxergar onde

Presença constante entre os mais vendidos, SUV ganha tapa no visual. Pena que tenha reservado o principal para as versões mais caras

Por Péricles Malheiros - 2 jul 2019, 11h03
Grade da linha 2020 está ainda mais conectada aos faróis Divulgação/Hyundai

A versão do Hyundai Creta que mais traz novidades na linha 2020 é a de topo, Prestige, igual à que ilustra essa matéria.

Mas isso não quer dizer que você estará na rua e, ao passar um exemplar desse, vai dizer: “Olha lá o novo Creta 2020, como ficou diferente”.

Pelo contrário. Caso não seja muito detalhista, nem vai se dar conta da novidade. O tapinha no visual inclui, basicamente, um redesenho dos para-choques e da grade, além de mudanças pontuais no pacote de equipamentos.

Série especial Launch Edition: limitada a 1.200 unidades Divulgação/Hyundai

Ou seja, é mais ou menos a mesma estratégia adotada pela marca na Índia, mas com aplicação local com cerca de um ano de diferença, já que, por lá, o tapinha foi dado em maio do ano passado.

Continua após a publicidade
Apenas a versão Prestige, top de linha, exibe lanternas com iluminação por led Divulgação/Hyundai

Na frente, os faróis de neblina são a mudança mais relevante.

Agora, eles estão maiores e ganharam a companhia de uma linha led em formato de U deitado, que cumpre a função de DRL. Essa alteração provocou uma outra no farol principal, que deixou de abrigar o DRL.

Série especial tem acabamento exclusivo da zona central, com direito a molduras cromadas que remetem a saídas de escapamento Divulgação/Hyundai

A grade, por sua vez, ganhou um elemento de conexão com os faróis mais largos. Seu miolo também mudou. Está com menos adereços anexados às barras horizontais.

Atrás, a mudança no layout trouxe refletores do tipo olho de gato maiores, que se estendem pelas laterais. Na porção pintada, um vinco foi adicionado, dando continuidade aos que decoram a tampa do porta-malas, na parte inferior.

Continua após a publicidade
A cor marrom predomina na cabine da versão Prestige. Acabamento remete ao Creta Diamond, conceito apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo, em 2018 Divulgação/Hyundai

Inicialmente, a família será composta por uma versão 2.0 (Prestige, automática) e três 1.6 (Attitude, manual; Smart e Pulse Plus, automáticas).

Há ainda uma série especial de lançamento, Launch Edition, limitada a 1.200 unidades e baseada na Pulse Plus.

Retrovisor interno eletrocrômico: estreia da linha 2020 Divulgação/Hyundai

Dentre os equipamentos, o Creta 2020 também mostra poucas e discretas mudanças. A antena shark (tipo barbatana de tubarão), por exemplo, só equipará as versões Launch Edition e Prestige.

Outra novidade é o carregador de celular por indução, sem necessidade de cabo Divulgação/Hyundai

Apenas o Creta 2.0 terá lanternas de led, carregador de celular por indução no console central e retrovisor interno eletrocrômico, justamente as três “grandes” novidades da linha 2020.

Continua após a publicidade

Os retrovisores, que já tinham rebatimento elétrico, agora são como sempre deveriam ter sido: com acionamento automático indexado às travas das portas.

Mecanicamente, tudo exatamente na mesma: motores flex 1.6 (130/123 cv) e 2.0 (166/156 cv) e câmbios de seis marchas manual ou automático.

Agora, o rebatimento elétrico dos retrovisores externos ocorre de maneira automática: você trava as portas, eles se fecham; você destrava, eles se abrem Divulgação/Hyundai
Publicidade