Clique e assine por apenas 8,90/mês

Honda projeta produzir carro a hidrogênio até 2020

Modelo não emite poluentes e roda até 480 quilômetros

Por Anaís Motta - Atualizado em 9 nov 2016, 14h30 - Publicado em 25 Maio 2015, 18h53
fabricantes

Apresentado no Salão do Automóvel do Japão em 2014, o FCV poderá, sim, ser visto nas concessionárias até 2020. Em entrevista concedida à revista britânica Autocar, Thomas Brachmann, chefe de desenvolvimento da Honda, afirmou que o conceito movido por célula de combustível (hidrogênio) está muito próximo da produção.

Ainda há muitas dificuldades a serem superadas – como a infraestrutura necessária para reabastecer os carros, por exemplo – mas a montadora japonesa crê que a tecnologia tem o seu espaço reservado. O objetivo da Honda é vender mais de mil unidades do automóvel por ano.

Além do design futurista que, de quebra, propicia eficiência aerodinâmica, o FCV consegue rodar por até 480 quilômetros com uma única recarga completa, que dura apenas três minutos. Desenvolvendo 134 cv de potência, o veículo emite apenas vapor d’água e, portanto, não lança gases poluentes na atmosfera.

Infelizmente, de acordo com Brachmann, ainda serão necessários de dez a 15 anos para que essa nova tecnologia seja amplamente aceita.

Publicidade