Clique e assine por apenas 8,90/mês

Holden reafirma sua presença na Austrália

Fabricante tem acordo com governo local até 2022

Por Rodrigo Furlan - Atualizado em 9 nov 2016, 12h27 - Publicado em 27 Maio 2013, 15h09
mercado

A Holden reafirmou que seguirá a produzir carros na Austrália, em que pese o anúncio de uma concorrente, a Ford, de que deixará de montar veículos no país em 2016. Ainda assim, a subsidiária australiana da General Motors alertou para a difícil situação do mercado local.

“A saída da Ford apenas mostra como é dura a realidade das montadoras na Austrália, mesmo as mais comprometidas com o país, como é o caso da Holden”, disse Mike Devereux, CEO da marca.

O executivo ainda mencionou o acordo firmado entre o governo australiano e a Holden em 2012. Trata-se de um plano de dez anos, que prevê a manutenção da produção no país até 2022, incluindo a introdução de dois lançamentos globais nesse período.

Publicidade