Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Hipercarro inglês a hidrogênio tem 1.088 cv e custará quase R$ 10 milhões

Com design assinado pela Pininfarina, o Viritech Appricale tem tecnologia proprietária no chassi para pesar menos de 1 tonelada

Por Bruno dos Santos 24 jun 2022, 18h54

A Viritech apresenta no Festival de Goodwood, nesta semana, a versão final do hipercarro Appricale, com motores elétricos que somam 1088 cv e são alimentados por uma célula de hidrogênio. O design é assinado pelo estúdio Pininfarina.

Uma das coisas surpreendentes do Appricale é o peso: tem menos de 1.000 kg, por conta da tecnologia Graph-Pro da Viritech, que usa compósitos leves de resina e grafeno. Também para reduzir o peso, os tanques de hidrogênio são componentes estruturais do chassi monocoque de fibra de carbono.

Viritech Apricale
Viritech/Divulgação

O cofundador da Viritech e ex-engenheiro de F1, Max Faulks, afirmou que o peso baixo era um dos objetivos, junto com a pilotagem divertida.

Com as células de combustível gerando “centenas” de kW e as baterias de íons de lítio de 6 kWh os dois motores elétricos recebem energia suficiente para entregar tanta potência. Os  tanques de hidrogênio de 5,4 kg que suportam 700 bar garantem autonomia de 560 km.

A potência total do hipercarro é de 1088 cv e 101 kgfm de torque. Segundo a marca, o veículo vai de 0 a 97 km/h em menos de 2,5 segundos e a velocidade máxima ultrapassará os 322 km/h.

Continua após a publicidade

Viritech Apricale
Viritech/Divulgação

Mesmo sendo totalmente redesenhado comparado a versão de 2021, mantém o para-brisa ao estilo dos Koenigsegg, porém, agora com uma nova frente, um par de faróis de LED com design agressivo, entradas de ar maiores e aerofólio.

Compartilhe essa matéria via:

Na traseira, podemos ver lanternas de LED finas, aletas duplas na linha do teto, spoiler integrado e um padrão de favo de mel no para-choque traseiro pintado de azul. Com isso tudo, o carro mede 4,55 m de comprimento, 1,90 m de largura e 1,15 m de altura.

 

Apenas 25 unidades serão produzidas com a ajuda da Pininfarina, com preço aproximado de 1,5 milhão de libras (aproximadamente R$ 9.7 milhões). Ele começará a ser entregue no começo de 2024, depois dos testes extensivos das primeiras unidades, que serão produzidas em 2023.

A Viritech mostrou também o conceito de um SUV com nome de Tellaro, mostrando a tecnologia FCEV. Além disso, a Viritech proverá trens de força de hidrogênio para empresas que possuem aplicações de transporte sustentável, como a BAC.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês