Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

GM: salário de Barra será menor que o de Akerson

Nova CEO terá remuneração-base de US$ 1,6 milhão por ano

Por Redação Atualizado em 9 nov 2016, 13h00 - Publicado em 18 jan 2014, 09h49
fabricantes

A General Motors anunciou no fim de 2013 que a então vice-presidente Mary Barra assumiria a função de CEO da companhia, em substituição a Dan Akerson. Agora, durante o Salão de Detroit, a fabricante deu detalhes sobre o novo contrato da executiva.

De acordo com a montadora, o salário-base anual de Barra será de US$ 1,6 milhão. Curiosamente, a remuneração fixa de seu antecessor era US$ 100 mil mais polpuda (US$ 1,7 milhão ao ano).

Por outro lado, Barra poderá receber outros US$ 2,8 milhões ao ano, como parte do plano de incentivo de curto prazo da GM. A remuneração total, assim, poderia ficar em até US$ 4,4 milhões ao ano.

Ainda assim, de acordo com o site Automotive News, o salário de Dan Akerson como consultor, função que passou a desempenhar, será superior à de Barra.

Continua após a publicidade

Publicidade