Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

GM descarta aumentar investimentos na Peugeot

Marca diz que franceses precisam resolver seus problemas

Por Vitor Matsubara Atualizado em 9 nov 2016, 12h30 - Publicado em 19 jun 2013, 14h41
fabricantes

A General Motors ressaltou nesta quarta-feira, 19 de junho, que não pretende aumentar o investimento em sua parceria com o grupo PSA-Peugeot Citroën, que anunciou o fechamento de oito mil vagas de trabalho e está encerrando as atividades de uma planta europeia.

“Não temos qualquer intenção de investir recursos adicionais na PSA neste momento. Se alguma mudança acontecer, nós iremos avaliá-la”, declarou o presidente-executivo da GM, Dan Akerson, durante coletiva de imprensa realizada em Xangai.

Dona de 7% das ações da Peugeot, a GM anunciou no início do ano a redução de metade de seu plano de investimento de 423 milhões de dólares na empresa francesa.

“Uma das premissas da aliança era que tínhamos de corrigir nossos problemas e estamos fazendo-o. Eles (Peugeot) precisam resolver seus problemas e acho que eles estão fazendo isso também”, concluiu Akerson.

Continua após a publicidade

Publicidade