Clique e assine por apenas 8,90/mês

Ford Maverick renascerá no corpo de um SUV com plataforma de Focus

Conhecido como "mini Bronco", "CUV geração Y" ou projeto CX430, modelo será produzido no México e tem boas chances de vir ao Brasil

Por Henrique Rodriguez - Atualizado em 3 abr 2019, 23h39 - Publicado em 3 abr 2019, 20h13
Nova geração do Ford Maverick é um SUV com pinta de Renegade Divulgação/Ford

Nada de motor V8, carroceria duas portas e tanque de combustível de 100 litros.

Mais de 40 anos após ser descontinuado, o Ford Maverick voltará à vida, mas não da forma como conhecemos ou esperamos.

QUATRO RODAS apurou que o Maverick será transformado em um SUV médio quadradão, posicionado abaixo do Bronco e acima do recém-apresentado Escape. Para os Estados Unidos e outros países das Américas a estratégia soa similar à que a Mistubishi adotou com o Eclipse Cross.

Para os europeus não soaria estranho se o novo modelo fosse vendido por lá: eles já tiveram um utilitário chamado Maverick, que era produzido pela Nissan.

Continua após a publicidade

Pior (ou melhor) do que isso: virá com motor três cilindros 1.5 turbo de 180 cv e será baseado na plataforma modular C2 da nova geração do Focus e também do Escape.

Em velocidades constantes, o Maverick consumiu menos que o Opala
Bem, o Maverick original também tinha faróis redondos Heitor Hui/Quatro Rodas

Uma coisa não muda: o novo Maverick pretende conquistar o público jovem. Não à toa, foi apelidado internamente como “CUV GenY”, em alusão à geração Y – os nascidos entre o início da década de 1980 e o início da década de 1990.

Desta vez, porém, a conquista não será tanto pela potência, mas pelo design bruto.

A carroceria será quadrada e os para-lamas, largos. Essas características que já lhe renderam, lá fora, o apelido de “mini-Bronco”, em alusão ao jipe vendido pela Ford entre 1966 e 1996 que ganhará nova geração ainda em 2019.

Continua após a publicidade
Modelo foi revelado a acionistas da Ford Divulgação/Ford

Pelas imagens divulgadas pela Ford, seja oficialmente ou em evento para acionistas, o Ford Maverick será uma espécie de Jeep Renegade gigante.

A intenção da Ford é posicioná-lo acima do recém-revelado Escape. Não é à toa que o novo Escape nunca esteve tão parecido com carros de rua.

Na definição da Ford, o novo modelo é “projetado para conquistar um número cada vez maior de pessoas que adoram se afastar da cidade e passar tempo ao ar livre com sua família”.

Novo Bronco será mais quadrado e terá chassi de longarinas Divulgação/Ford

Conhecido internamente pelo codinome CX430, o novo Maverick será produzido em Cuatitlán, no México, na fábrica que era responsável pela produção do Fiesta até o final de 2018. O início da produção está programado para a virada para 2020.

Continua após a publicidade

A produção no México pode beneficiar o Brasil. De acordo com fontes ligadas à Ford consultadas pela reportagem, a fabricante estuda importar o novo Maverick. Mas isso dificilmente aconteceria antes de 2021.

Desta forma, fechar-se-ia o trio de SUVs que a Ford pretende lançar no Brasil nos próximos anos. O Territory seria posicionado acima do EcoSport. Em seguida, estaria o Escape, importado dos Estados Unidos e, acima dele, o Maverick.

Publicidade