Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Fabricante nacional produzirá carros elétricos no Paraná

A Movi Eletric inaugura sua fábrica nesta sexta-feira com três modelos na linha de montagem

Por Gabriel Monteiro 25 fev 2021, 10h06
Sero eletric sedã que será produzido no Brasil. Carro elétrico nacional.
Sero Eletric sedã que será produzido no Brasil. Movi Eletric/Divulgação

Com inauguração marcada para a próxima sexta-feira (26), a fábrica nacional da Movi Eletric localizada no parque industrial de Toledo (PR), começará a produzir seus primeiros veículos elétricos em solo nacional.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 7,90

A empresa brasiliense criada em 2020 tem contrato de produção e comercialização dos modelos desenvolvidos pela Argentina Sero Eletric, que já tem uma linha de montagem estabelecida no país vizinho.

Para o nosso mercado, a Movi anunciou três modelos. São três minicarros 100% elétricos com capacidade para dois ocupantes e até 270 kg.

A empresa oferece um modelo sedã e dois equipados com pequenas caçambas para diferentes tipos de cargas.

Fabrica Movi Eletric
Movi Eletric/Divulgação

A Movi ainda divulga em seu site que está finalizando o desenvolvimento de um novo modelo equipado com um baú para cargas maiores.

Modelo Sero Eletric Carga Alta. Carro elétrico nacional.
Modelo Sero Eletric Carga Alta Movi Eletric/Divulgação

Os minicarros são construídos com carroceria de alumínio de alta resistência e têm reforços na dianteira e traseira em aço tubular, que confere mais resistência a impactos.

Continua após a publicidade

Ainda são equipados com motor de 4 kw de potência (5,4 cv), corpo com filme protetor UV para proteção contra raios solares e luzes em LED para auxiliar na economia de energia.

Eles são focados em transporte para pequenos trajetos. Têm velocidade máxima de 50 km/h e autonomia de 45 ou 100 km, dependendo do tipo de bateria escolhida.

Modelo Sero Eletric Carga Baixa
Modelo Sero Eletric Carga Baixa Movi Eletric/Divulgação

De forma prática, podem ser carregados em tomadas convencionais de 110V ou 220V com um tempo estimado de 5 a 7 horas para carga total.

No primeiro ano de produção, a Movi planeja produzir cerca de 100 unidades e, futuramente, incrementar seu catálogo para além dos modelos da Sero com novos projetos de motos, caminhões, ônibus e até aviões elétricos.

Protótipo Movi Eletric Carga baú
Protótipo do modelo de carga equipado com um baú. Movi Eletric/Divulgação

Por enquanto, o foco será nas frotas corporativas e de órgãos públicos com direito a gestão inteligente por aplicativo da própria empresa.

A Movi Eletric já revelou que também contará com vendas para pessoa física, mas ainda não divulgou valores.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

QR - CAPA 742 - FEVEREIRO
Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Publicidade