Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Elétricos: VW, Audi e Porsche terão rede de recarga ultrarrápida no Brasil

30 primeiras estações de recarga serão instaladas em São Paulo, mas rede também interligará Rio de Janeiro, Vitória, Curitiba e Florianópolis

Por Paulo Campo Grande e Henrique Rodriguez 22 out 2019, 13h00
A melhor e praticamente única forma de carregar o e-tron são em estações rápidas Divulgação/Audi

A EDP, em parceria com Audi, Porsche e Volkswagen, anunciou a instalação dos primeiros 30 pontos de recarga ultrarrápida para veículos elétricos que cobrirão todo o estado de São Paulo. A iniciativa também envolve as empresas ABB, Electric Mobility Brasil e Siemens, que serão fornecedoras da tecnologia de carregamento que será utilizada.

Esta rede de recarga vai de encontro com os planos das três fabricantes no Brasil. A Volkswagen lança no início de novembro o Golf GTE, versão híbrida com desempenho semelhante ao do Golf GTI, mas com motor elétrico e conjunto de baterias que pode ser recarregado em tomadas. Já a Audi lança em maio do ano que vem o E-Tron, um SUV elétrico com autonomia de até 400 km e preço na casa dos R$ 500.000.

Golf GTE será lançado no Brasil no início de novembro Divulgação/Volkswagen

A Porsche, por sua vez, já vende no Brasil versões híbridas plug-in de Panamera e Cayenne, e trará ao Brasil no segundo semestre de 2020 o Taycan, seu primeiro esportivo elétrico. Ele tem até 761 cv de potência, chega aos 100 km/h em apenas 2,8 segundos e poderá ser mais barato que o Panamera no Brasil.

Continua após a publicidade

Para os Porsche Taycan e Audi E-Tron a melhor notícia é que todos os postos terão recarga ultrarrápida. 29 deles serão de 150 kW, capaz de repor 80% da carga do E-Tron em 30 minutos e um terá 350 kW, que repõe 80% da carga do Taycan em 22,5 minutos. Os mesmos pontos de recarga ainda terão estações semirrápidas, de 22 kW, adequada ao Golf GTE.

Recarga do Taycan em um posto de 11 kW leva 9h. Em um de 350 kW recupera 80 em 22,5 min Divulgação/Porsche

As estações de recarga em rodovias estarão posicionadas a uma distância máxima de 150 km nas seguintes vias paulistas: Régis Bittencourt, Washington Luís, Rodoanel Mário Covas, Tamoios, Carvalho Pinto, Imigrantes e Dom Pedro.

A implementação dos postos de recarga começa ainda em 2019 e as primeiras inaugurações ocorrerão em 2020. A intenção da EDP é estender a rede de recarga para Rio de Janeiro, Vitória, Curitiba e Florianópolis com mais 34 pontos de recarga até 2023, formando um corredor de abastecimento de veículos elétricos de 2.500 km. O investimento total será de R$ 32,9 milhões.

Audi e-tron chega ao Brasil em maio de 2020 Divulgação/Audi
Continua após a publicidade

Publicidade