Clique e assine por apenas 8,90/mês

Elétrico, Porsche Taycan cobra quase R$ 2.300 para ter ronco de esportivo

Ronco digital vendido como opcional emula o ronco de um carro com motor a combustão

Por Henrique Rodriguez - Atualizado em 24 set 2019, 17h15 - Publicado em 24 set 2019, 16h38
Porsche Taycan Turbo é totalmente elétrico Divulgação/Porsche

O Taycan é completamente diferente de qualquer outro Porsche já produzido. Além de ser seu primeiro carro totalmente elétrico, tem dois motores (um para cada eixo) que não roncam, não vibram e não queimam gasolina. Mas a Porsche se dispõe a resolver parte disso. 

Um dos opcionais disponíveis para o esportivo elétrico é  o “Porsche Electric Sport Sound”, nada mais do que um “ronco esportivo” – que está mais para o carro dos Jetsons em versão envenenada – emulado tanto para dentro do carro como para fora dele para suprir a pouca interação acústica que carros elétricos têm com o motorista.

Ronco é emulado para dentro e para fora do carro Divulgação/Porsche

E, sabemos: o ronco de um motor forma a identidade de um carro e é responsável por boa parte da emoção que ele transmite.

Só que no Porsche Taycan Turbo ter esse ronco custa 500 euros a mais, ou R$ 2.300 na cotação atual. E, como nos Porsche com sistema que altera o ronco do escapamento, é possível desativar o “barulho” pela central Porsche Communication Management.

Continua após a publicidade
Reprodução/Internet

Outra particularidade é que o ronco emulado é item de série na versão mais cara, Turbo S.

E se você não entendeu porque um carro elétrico tem versões Turbo e Turbo S, a Porche explicou: a escolha desses nomes se deu porque a palavra Turbo está relacionada a alto desempenho. E, bem, isso o Porsche Taycan tem.

Publicidade