Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Elétrico é chato? Nissan Leaf ganha versão com mais potência e autonomia

Nova bateria tem as mesmas dimensões, mas é mais densa e permite rodar até 385 km com uma carga

Por Henrique Rodriguez Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
9 jan 2019, 17h15
Nova versão tem bateria mais densa e capaz de recarregar mais rápido (Divulgação/Nissan)

Em pré-venda no Brasil desde novembro, o elétrico Nissan Leaf ganhou uma nova versão com motor mais potente e com bateria com capacidade 50% maior. Por tabela, também passa a ser compatível com carregadores ainda mais rápidos.

Enquanto o Leaf convencional tem 149 cv e 32,6 mkgf, o novo Leaf e+ tem 218 cv e 34,7 mkgf. Sem divulgar números de desempenho, a Nissan divulga que a velocidade máxima está 10% maior e o tempo de retomada de 80 a 120 km/h está 13% melhor.

Por fora, a versão e+ é igual a com bateria menor (Divulgação/Nissan)

A bateria, por sua vez, tem o mesmo tamanho, porém densidade maior, com 288 células em vez de 192. A capacidade passou de 40 kWh para 62 kWh, aumentando a autonomia de 270 km para 385 km.

Continua após a publicidade
Motor tem 218 cv em vez de 149 cv (Divulgação/Nissan)

Por outro lado, o Chevrolet Bolt, seu futuro concorrente por aqui, consegue rodar 432 km em ciclo WLTP com uma carga em sua bateria de 60 kW.

A recarga rápida, que antes era de no máximo 50 kW, agora chega a 70 kW com picos de 100 kW quando a temperatura permite – o Leaf é um dos poucos elétricos que não têm sistema de arrefecimento líquido para as baterias.

A Nissan também não divulga o novo tempo de recarga.

Continua após a publicidade
O Leaf é como um carro convencional por dentro (Divulgação/Nissan)

Por fora e por dentro, porém, o Leaf e+ não tem qualquer diferença. Inclusive mantém os sistemas de controle de cruzeiro adaptativo, manutenção de faixa e de frenagem autônoma de emergência que forma o pacote ProPilot Assist.

O Nissan Leaf mais poderoso ainda não está confirmado para o Brasil. Por aqui, a versão convencional custará a partir de R$ 178.400. A fabricante adiantou que já recebeu 15 encomendas para seu elétrico.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.