Clique e assine por apenas 8,90/mês

Cruze e Ka são mais difíceis de furtar, aponta Cesvi

Estudo condenou segurança de chineses

Por Vitor Matsubara - Atualizado em 9 nov 2016, 12h06 - Publicado em 25 out 2012, 19h00
fabricantes

O Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária) divulgou nesta quinta-feira, 25 de outubro, seu primeiro ranking dos veículos mais difíceis de furtar. Chamado de Índice de Furto, ele analisa a vulnerabilidade a furtos dos veículos vendidos no Brasil, analisando a qualidade e a quantidade dos dispositivos que protegem o automóvel dos gatunos.

O programa analisa a fragilidade de seis itens de segurança: imobilizadores, alarmes, travamento do volante, vidros, chave do veículo e posição da bateria, sendo que chave e alarme possuem pesos maiores na avaliação, seguidos do imobilizador e dos itens remanescentes.

Segundo o levantamento, o Chevrolet Cruze LTZ é o mais seguro, com 4,5 estrelas em um total de cinco possíveis. O Ford Ka Sport aparece em segundo lugar, com 3,5 estrelas, seguido por todas as versões dos modelos Civic e Fit, ambos da Honda, e dos Chevrolet Cobalt (LT e LTZ) e Cruze LT, todos com três estrelas.

Vários modelos aparecem em quarto lugar, representando as marcas Chery, Chevrolet, Ford, Nissan, Renault e Volkswagen. Curiosamente, a Fiat só surge em sexto lugar, com o Grand Siena. Na parte de baixo da tabela, os chineses dominam as últimas colocações, com meia estrela em cinco possíveis. Foram mal qualificados todos os modelos da JAC (J3, J3 Turin, J5 e J6) e o Chery QQ.

Continua após a publicidade

>> Veja o relatório do Índice do Furto do CESVI

Publicidade