Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Confederate G2 P51 Combat Fighter: uma moto futurística e rebelde

Feita de alumínio e fibra de carbono, máquina será limitada a apenas 61 unidades

Por Redação Atualizado em 9 nov 2016, 14h39 - Publicado em 30 ago 2015, 13h07
geral

Homenageando os “rebeldes das customizáveis” da década de 60 em uma roupagem mais moderna, meio sci-fi, a Confederate lançou a G2 P51, a segunda geração da Combat Fighter.

A moto, criação do lendário designer sul-africano Pierre Terblanchet, manteve o mesmo estilo cyberpunk da antecessora. Possui estrutura de alumínio e traz elementos feitos de fibra de carbono, janelas em acrílico que permitem ver o tanque de combustível e o reservatório de óleo.

02.jpeg

A suspensão traseira, também visível, conta com amortecedores montados em duplo A. O conjunto pesa apenas 227 kg, enquanto o motor V2 tem 2163cc e entrega mais de 200 cv de potência e 23 mkgf de torque.

04.jpeg 05.jpeg

As rodas também ajudam na condução. A da frente é mais fina para permitir maior controle sobre a moto. A de trás é mais grossa, para aplicar na superfície toda a potência e força da moto.

03.jpeg

Serão somente 61 unidades em duas opções: o modelo amarelo terá 31 unidades e vai custar 113.900 dólares, enquanto o modelo preto, das outras 30 motos, sairá por 119.500 dólares.

Continua após a publicidade
Publicidade