Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Quais carros poderão custar menos de R$ 60.000 com descontos do governo?

Fiat Mobi e Renault Kwid podem receber maiores descontos; governo prevê que fabricantes também darão incentivos, deixando seus carros novos competitivos

Por Henrique Rodriguez Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 6 jun 2023, 08h31 - Publicado em 5 jun 2023, 20h17

Confirmado pelo Governo Federal, o programa de incentivo para a compra de carros novos promete redução nos preços entre R$ 2.000 e R$ 8.000, a depender do índice de emissões, do índice de nacionalização dos componentes e dos preços, que não podem passar dos R$ 120.000.

Os novos preços dos carros mais baratos do Brasil deverão ser divulgados pelas respectivas fabricantes a partir de amanhã, mas o vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin sinalizou que o Brasil poderá voltar a ter carros por menos de R$ 60.000.

“Um carro que atingir as três metas terá desconto de R$ 8.000. Temos um carro que custa R$ 68.990 e ele vai custar R$ 60.990. Na realidade vai ser menos de R$ 60.000, porque as indústrias vão dar desconto, então o preço será ainda menor que R$ 60.000”, disse Alckmin. Seria a volta do carro popular?

Continua após a publicidade

Hoje, o Renault Kwid e o Fiat Mobi, têm o mesmo preço: custam R$ 68.990 e são os carros mais baratos vendidos no Brasil. Ambos são fabricados no Brasil. O Citroën C3, por sua vez, tem versões a partir de R$ 69.990, mas ainda está em fase de nacionalização de alguns componentes, o que poderia afetar seu desconto.

c3 x mobi x kwid

Já existe uma tabela com o preço de carros de 20 marcas contemplados e que atendem, ainda que parcialmente, os requisitos para os descontos. É dessa tabela que vem a variação dos percentuais de descontos, entre 1,6% e 11,6%. 

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

É essa variação do percentual de descontos que pode fazer com que as fabricantes apliquem descontos ainda maiores a fim de diminuir as distorções causadas por eficiência energética e índices de nacionalização distintos. O Governo acredita que essas medidas, apesar de serem temporárias, poderão incentivar a localização de peças e redução de emissões.

c3 x mobi x kwid

Continua após a publicidade

As medidas de redução nos preços dos automóveis não têm prazo definido, mas valor total definido: o Governo separou R$ 500 milhões em créditos fiscais para financiar essas medidas.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.