Clique e assine por apenas 5,90/mês

Citroën C4 Cactus morrerá em breve na Europa. Como fica o Brasil?

Recém-lançado no Brasil, o pseudo-SUV já tem aposentadoria confirmada por executivo e até o nome poderá dizer adeus

Por Gabriel Aguiar - Atualizado em 25 jun 2019, 11h51 - Publicado em 24 jun 2019, 19h22
Na Europa, C4 Cactus não terá nova geração Fernando Pires/Quatro Rodas

O Citroën C4 Cactus deverá morrer em breve – ao menos na Europa. Quem bateu o martelo foi Xavier Peugeot, chefe de produto de produtos da PSA, em entrevista ao Top Gear.

Revelado em 2014, o modelo recebeu a primeira atualização no início do ano passado, quando ganhou o visual que deu origem ao nosso. Com isso, ele deve dizer adeus ao mercado europeu em 2022.

Segundo chefe de produto, nem o nome poderá permanecer Fernando Pires/Quatro Rodas

“Ele é nosso representante entre os hatches do segmento C e será substituído. Esse será o fim do C4 Cactus. Ainda não sei quanto ao nome, mas do veículo”, garante o executivo.

Na entrevista, Peugeot (sim, um irônico sobrenome) afirma que o futuro modelo será capaz de se sobressair diante do atual “tanto na capacidade de ousar, como na inovação”.

Feito no Brasil desde 2018, o modelo é diferente da versão europeia Christian Castanho/Quatro Rodas

Não há nenhuma indicação de como será a novidade, só que o chefe de produtos afirmou aos ingleses que o produto dividirá opiniões, uma característica marcante da empresa.

Continua após a publicidade

“Carros da Citroën nunca formaram um consenso e é necessário criar esse tipo de polarização. Fazer coisas diferentes para pensarem ‘o que eles criaram agora?’”, diz Peugeot.

Uma das principais diferenças é o vidro traseiro que abre Christian Castanho/Quatro Rodas

Por aqui, o C4 Cactus recebeu mudanças substanciais em relação ao europeu – do painel mais simples aos vidros traseiros que descem – e foi lançado na segunda metade de 2018.

É bem provável que, antes de dar lugar a um sucessor, o nosso C4 Cactus ganhe uma reestilização exclusiva para o mercado sul-americano, tendo sobrevida garantida até pelo menos 2024.

Confira, na íntegra, o posicionamento da Citroën no Brasil:

“Desenvolvido na América Latina especificamente para atender aos desejos dos consumidores locais, o SUV Citroën C4 Cactus conquistou o mercado e inúmeros prêmios junto à imprensa especializada desde o seu lançamento, há menos de um ano. Por isso, seria completamente prematuro discutir a descontinuidade de um projeto que revolucionou o seu segmento no mercado nacional ao oferecer um utilitário esportivo completo, com uma série de inovações tecnológicas. Também vale reforçar que o modelo latino-americano é inteiramente independente da versão comercializada na Europa e, portanto, seguem trajetórias diferentes. Assim, a Citroën garante que o SUV C4 Cactus terá vida longa na região”.

Continua após a publicidade
Publicidade