Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Chrysler entra com pedido para fazer oferta pública de ações

Medida dificulta planos da Fiat de adquirir a companhia

Por Redação Atualizado em 9 nov 2016, 12h44 - Publicado em 24 set 2013, 16h25
mercado

A Chrysler anunciou ter entrado com um pedido, junto à US Securities and Exchange Commission, para poder realizar uma oferta pública de ações. Segundo a agência Reuters, a quantidade de ações e os respectivos valores ainda serão definidos. O processo será acompanhado pela JP Morgan.

A medida abala os planos da Fiat, que, reconhecidamente, tem o interesse em adquirir o restante das ações disponíveis do grupo Chrysler. Porém, a companhia italiana teria estipulado em 5 bilhões de dólares o preço máximo a se pagar ao grupo detentor dessas ações, a United Auto Workers, valor considerado baixo pela própria UAW.

Assim, é possível que a Fiat reavalie sua parceria com a Chrysler, inclusive no que diz respeito ao compartilhamento de plataformas, novas tecnologias e outros tipos de recurso. Por outro lado, especialistas de mercado sugerem que a Chrysler esteja apenas tentando persuadir a Fiat a aumentar a proposta pelas ações restantes, e não tenha a real intenção de proceder com a oferta pública de ações.

Continua após a publicidade

Publicidade