Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Chips e metaverso da Nvidia darão forma aos novos Jaguar e Land Rover

Agrupando eletrônica em poucos e poderosos chips, Jaguar e Land Rover usarão metaverso e experiência da Nvidia na corrida pelos carros autônomos

Por Eduardo Passos Atualizado em 21 fev 2022, 17h26 - Publicado em 22 fev 2022, 00h30

Esqueça motores, suspensão ou longarinas: o que definirá a construção dos próximos carros da Jaguar Land Rover serão poucos e poderosos chips, responsáveis por toda a eletrônica e automação dos modelos. Em parceria recém-anunciada com a Nvidia, a JLR se prepara para inverter a lógica de desenvolvimento amparada por ambições consideráveis.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

Concentrando desde o sistema de ABS até o piloto automático adaptativo em poucos componentes, a fabricante inglesa espera um salto de eficiência que tornará possível um grau inédito de automação veicular. Como o processamento de dados para uma automação de nível 3 ainda é extremamente complicado, a proposta da Nvidia se tornou vantajosa. Tão vantajosa que a Jaguar esperará três anos para lançar seu próximo modelo.

A empresa americana de tecnologia acredita que seus chips veiculares trarão algo sem precedentes, oferecendo uma experiência de conforto “nunca vista”, ao automatizar o máximo de tarefas que hoje são feitas pelo motorista. “Temos tudo para transformar os veículos da Jaguar Land Rover em verdadeiros carros do futuro”, comentou o executivo da Nvidia para a América Latina Marcio Aguiar.

Jaguar E-Pace
Os próximos Jaguar lançados já serão desenvolvidos tendo o chip como fator primordial Divulgação/Jaguar

Carro gamer

Assim, daqui a três anos os novos veículos das duas marcas serão equipados com o DRIVE Orin (que já exploramos na seção Novas Tecnologias), do tipo system-on-chip (SoC). Em linhas gerais, o Orin une toda a parte de software e hardware em uma pequena pecinha, capaz de realizar 254 trilhões de cálculos por segundo.

Isso é absolutamente necessário para a automação veicular, dado que as dezenas de radares, câmeras e outros sensores embarcados geram cerca de 4 terabytes de dados por hora de viagem. Tal vastidão precisa ser analisada e interpretada em tempo real, a fim do computador que dirige o veículo tomar sua decisão que, outrora, seria feita pelo cérebro humano alimentado pelos sentidos.

Por oferecer supostas vantagens econômicas, o system-on-chip vem sendo escolhido por montadoras também pela praticidade: ao invés de, literalmente, milhares de chips comandando da central multimídia à pressão do turbo, os SoCs conseguem centralizar quase tudo, comandando o automóvel como uma grande sala de controle à la Nasa.

Continua após a publicidade

Reimaginação

Obviamente treinar um carro autônomo é tão difícil quanto criar tecnologia para operá-los, e o acordo entre JLR e Nvidia também inclui ferramentas para aprendizado de máquina. Os sistemas de direção automática também serão testados no metaverso que a Nvidia está lançando.

Land Rover Range Rover
Novo Land Rover Range Rover já adianta tendências minimalistas da fabricante Press Inform/Quatro Rodas

O investimento (sem custos revelados) também faz parte da estratégia Reimagine, que busca ditar os rumos da dupla de fabricantes de luxo. Em termos estéticos, por exemplo, a missão envolve discernir o que será brega ou chique no ano de 2025, tendo a sustentabilidade como obrigação.

Ainda que mais potentes e muito mais funcionais, centrais multimídia dos futuros Jaguar e Land Rover devem ser minimalistas, delegando funções à máquina e inteligência artificial
Ainda que mais potentes e muito mais funcionais, centrais multimídia dos futuros Jaguar e Land Rover devem ser minimalistas, delegando funções à máquina e inteligência artificial Divulgação/Land Rover

Já no campo da engenharia, a Jaguar Land Rover disse, em conversa recente com QUATRO RODAS, que se vê cada vez mais como uma empresa digital, e conta com a tecnologia da Nvidia para chegar ao patamar desejado. “A Jaguar Land Rover se tornará a criadora dos veículos e serviços de luxo mais desejados do mundo para os clientes mais exigentes”, acrescentou o CEO Thierry Bolloré.

Com tanta parafernália envolvida, é natural que a criação dos novos modelos seja definida pela tecnologia. Segundo a empresa queridinha dos gamers, haverá não apenas recursos de automação veicular, mas inteligência artificial entendo e agradando os passageiros, como um mordomo online.

Para evitar o excesso de informações, os carros da JLR também adaptarão seus painéis, instrumentos e telas, que tendem a ser bem mais simples do que atualmente, delegando configurações para a máquina. Hoje referência na automação veicular, a Mercedes-Benz é prova viva de que questões legais e até sociais devem ser mais bem trabalhadas, a fim de evitar dilemas diversos envolvendo a automação.

Como os primeiros veículos de Jaguar e Land Rover só sairão com a tecnologia SoC a partir de 2025, porém, espera-se que, até lá, exista maior ordenamento jurídico acerca de motoristas não de carne e osso, mas de bits e semicondutores.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

A edição 754 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
A edição 754 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês