Clique e assine por apenas 8,90/mês

Chevrolet Camaro: como uma mudança singela corrigiu o visual polêmico

Esportivo praticamente todos os traços de antes, mas fez uma modificação simples na dianteira seguindo conceito do último Sema Show

Por Gabriel Aguiar - 2 Maio 2019, 20h13
Chevrolet Camaro ganhou mudanças na dianteira Divulgação/Chevrolet

Aos donos de Chevrolet Camaro: nós avisamos! Apenas três meses depois do lançamento no Brasil, o esportivo recebeu novo visual antecipado pelo conceito Shock no Sema Show, em novembro do ano passado.

Nos EUA, a dianteira com bocão preto na grade frontal e logotipo vazado no para-choque criou polêmica e, com isso, o fabricante americano antecipou uma pequena reestilização às pressas.

Atual geração do muscle car gerou polêmica entre os leitores Christian Castanho/Quatro Rodas

Veja como as modificações foram simples: a faixa horizontal que reparte as duas partes das duas grades frontais trocou o preto brilhante pela cor do restante da carroceria. Já o logotipo vazado da gravatinha foi realocado à grade superior.

Isso, e apenas isso, tornou a “cara” do muscle muito menos estranha.

Continua após a publicidade
Conceito Shock já havia sido antecipado no SEMA Show de 2018 Divulgação/Chevrolet

Não há mudanças no conjunto mecânico, que mantém o V8 6.2 a gasolina com 461 cv e 62,9 mkgf, associado ao câmbio automático de dez marchas (criado em conjunto com a Ford).

Segundo a GM do Brasil, não há previsão de chegada para a novidade no país. Entretanto, caso o novo Camaro SS assuma integralmente o lugar do modelo com visual antigo na linha de produção, é de se esperar por uma substituição em breve.

Publicidade