Clique e assine por apenas 8,90/mês

Caso GM: número de vítimas chega a 50

Até aqui, 338 queixas foram registradas

Por Rodrigo Furlan - Atualizado em 9 nov 2016, 14h17 - Publicado em 26 jan 2015, 20h27
mercado

O já conhecido caso do defeito na ignição que afetou milhões de carros produzidos pela General Motors desde meados da década passada ganhou um novo nesta segunda-feira (26). De acordo com Kenneth Feinberg, profissional contratado pela montadora para gerenciar as indenizações às vítimas e suas famílias, o número de mortos em acidentes relacionados ao defeito subiu para 50.

Até aqui, a GM já recebeu 338 queixas referentes a pessoas mortas em decorrência de acidentes com carros das marcas que compõem o grupo, o que representa uma aprovação de menos de 15% dos pedidos de indenização. No que diz respeito a feridos que pleiteiam algum tipo de ressarcimento, a porcentagem é muito menor: 0,027% (75 de 2.730 queixas).

Publicidade