Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Bolt EV que não participou de recall de bateria pega fogo nos EUA

Apesar de saber do recall, motorista afirma que foi até concessionária da GM, mas foi informada que eles não tinham baterias disponíveis para troca

Por Lucas Parente
9 ago 2023, 15h22

Um Chevrolet Bolt EV, que perdeu o recall feito pela GM em 2021, pegou fogo na madrugada de ontem (09) em Massachusetts, EUA. Apesar do transtorno causado pelo elétrico, por sorte o carro estava estacionado do lado de fora da casa da motorista e não causou um estrago ainda maior.

Mesmo que o EV não tenha afetado nada em seu entorno, foi muito complicado para os bombeiros conterem o incêndio. Segundo o Corpo de Bombeiros de Wareham, três horas e mais de 40.000 litros de água foram necessários para conter as chamas. Esse processo trabalhoso de contenção se dá por conta da bateria de íon lítio, que é totalmente inflamável, utilizado nos veículos elétricos.

Wareham-Chevrolet-bolt-fire-2023-00004-2048x1536
(Reprodução/Internet)

“Se este veículo estivesse estacionado em uma garagem, os resultados poderiam ter sido desastrosos”, disse o comandante-chefe do incidente, John Kelley.

Segundo a motorista, o carro já havia sido carregado e estava totalmente desligado quando começou a pegar fogo por volta das 4 da manhã.

Compartilhe essa matéria via:

O Bolt ganhou uma péssima fama por causar muitos incêndios por problemas em sua bateria. Por isso, a GM realizou um recall em 2021 para modelos de 2017 a 2022 para a troca dessas baterias com defeito. Porém, mesmo indo até uma concessionária da GM para realizar a troca, a motorista afirmou que não conseguiu realizar a atualização. “Eles não tinham baterias para nos dar, então estávamos esperando”, disse ela em entrevista ao WCVB Channel 5 Boston.

Wareham-Chevrolet-bolt-fire-2023-00003-2048x1536
(Reprodução/Internet)

Mas, mesmo com o perigo de incêndio do Chevrolet Bolt, a GM mudou sua postura do seu recall de troca de bateria este ano, dizendo que os revendedores agora instalariam apenas software para monitorar a condição da bateria.

Continua após a publicidade

Felizmente, ninguém saiu ferido do episódio. Mas, casos de incêndio em veículos elétricos têm se tornado cada vez mais comuns, mesmo com o desenvolvimento contínuo dessa indústria. Há menos de um mês, quase 4.000 veículos, sendo 500 unidades elétricas, pegaram fogo em alto mar no navio cargueiro Freemantle Highway. Ainda não se sabe exatamente as causas deste incêndio, mas o principal suspeito pelas chamas é uma possível bateria defeituosa de íon lítio que equipava os elétricos a bordo. Neste caso, o óbito de um tripulante foi confirmado.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.