Clique e assine por apenas 5,90/mês

BMW M4 terá 503 cv e câmbio manual, mas sem perder as grades imensas

Cupê receberá conjunto mecânico dos brutais X3 M e X4 M, mas o visual polêmico do Série 4 continuará no novato

Por Daniel Telles - Atualizado em 23 ago 2020, 11h35 - Publicado em 21 ago 2020, 13h00
Grades de duplo rim persistem no M4 2021 Divulgação/BMW

O BMW Série 4 ganhou uma grade vertical que gerou polêmica entre gregos e troianos, mas, quem esperava mudanças para o esportivo M4, terá que se acostumar.

Isso porque a enorme abertura, que causou polêmica entre fãs marca, será mantida no modelo, que teve as primeiras imagens oficiais reveladas pelo fabricante alemão.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Cupê ainda está camuflado; lançamento oficial será no próximo mêsO cupê será empurrado pelo motor S58 com seis cilindros em linha 3.0 biturbo, mesmo conjunto que já está em uso com os SUVs brutais X3 M e X4 M desde o ano passado.

A versão convencional do propulsor será capaz de gerar 473 cv, com um detalhe: será acoplado a um câmbio manual de seis velocidades – o que deve garantir uma boa dose de diversão.

Novo motor confere até 503 cv de potência para o M4 Competition Divulgação/BMW

Já o M4 Competition – versão ainda mais esportiva do cupê – receberá uma versão mais potente, de 503 cv, mas desta vez acoplado a um câmbio automático de oito marchas.

Os novos M4 devem ser lançados na Europa já no mês que vem com preços partindo dos US$ 70.000, ou R$ 392.302 em conversão direta.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Fernando Pires/Quatro Rodas
Continua após a publicidade
Publicidade