Clique e assine com até 75% de desconto

Audi cancela produção do R8 e-tron por baixas vendas

Superesportivo de 1 milhão de euros teve menos de 100 unidades vendidas

Por Diego Dias Atualizado em 23 nov 2016, 21h50 - Publicado em 14 out 2016, 17h50
Audi R8 e-tron
Audi R8 e-tron

A Audi parou de produzir o R8 e-tron, configuração totalmente elétrica do superesportivo. O principal motivo para a marca de Ingolstadt tirar o modelo de linha foram suas baixas vendas, que ficaram abaixo de 100 unidades no total.

LEIA MAIS:

>> Saiba mais sobre o Audi R8 Spyder V10

>> Teste: Audi RS 7, expresso executivo

>> Teste: BMW i8 – não parece, mas ele é feito na Terra

>> Teste: Porsche 918 Spyder, o híbrido recordista do asfalto

Baseado na segunda geração do R8, o e-tron foi desenvolvido por seis anos antes de ganhar as ruas. Ele conta com dois motores elétricos, que combinados geram 462 cv de potência e colossais 93,8 mkgf de torque — suficientes para levá-lo de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos e atingir a velocidade máxima (limitada eletronicamente) de até 250 km/h.

Audi R8 e-tron
Audi R8 e-tron

O modelo chama atenção pela autonomia elevada de 450 quilômetros, cujas baterias de 92 kWh podem ser recarregadas em apenas duas horas. No entanto, um dos motivos para as vendas aquém do esperado seriam os números de desempenho relativamente comedidos para um superesportivo e o preço na casa de 1 milhão de euros, que se aproxima do valor pedido por hiperesportivos do calibre de Porsche 918 Spyder e McLaren P1. 

Continua após a publicidade
Publicidade