Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Assédio da Fiat faz GM negar venda da Opel

Jornal disse que italianos preparam oferta pela marca alemã

Por Vitor Matsubara Atualizado em 9 nov 2016, 12h05 - Publicado em 9 out 2012, 11h05
mercado

A General Motors reiterou que a Opel/Vauxhall não está à venda, desmentindo as informações de um jornal italiano que afirmou que a Fiat estaria disposta a comprar a Opel em caso de dissolvência da aliança firmada entre GM e PSA/Peugeot Citroën.

“A Opel não está à venda e permanece sob controle da GM”, declarou o vice-presidente da General Motors, Stephen Girsky, em comunicado divulgado nesta terça, 9 de outubro.

O diário Il Sole-24 Ore havia publicado que o CEO da Fiat, Sergio Marchionne, estaria preparando uma nova proposta para comprar a Opel se a GM decidir vendê-la. “Ele (Marchionne) pretende assumir o controle da Opel somente se a marca ficar sem dono”, cravou o jornal. Procurada pela reportagem da agência de notícias Automotive News Europe, a Fiat não quis se pronunciar a respeito do assunto.

“A Opel é parte fundamental do plano global da GM e vital para o sucesso da empresa na Europa. A aliança GM-PSA está trabalhando a pleno vapor”, declarou a General Motors.

Apesar dos esforços e da apresentação de novos produtos para tentar recuperar a lucratividade, a Opel continua sofrendo com a crise europeia. Vale lembrar que a marca esteve muito próxima da falência em 2009, mas acabou desistindo de vendê-la.

Continua após a publicidade

Publicidade