Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Guia do test-drive: descubra como o modelo escolhido se comporta

Após planejar todos os passos, chegou o momento de assumir o volante

Por Abril Branded Content 3 set 2018, 15h13
Na hora do teste, dirija como faz todos os dias FCA Press/Divulgação

Chegou a hora do test-drive! Não tente se revelar bom piloto ou expert em tudo: dirija como faz todos os dias. Tire suas dúvidas e tenha consciência de que o vendedor sabe que você está em um carro com o qual não está acostumado.

Deixe para testar som e conectividade depois. O silêncio a bordo é bom para avaliar o nível de ruído do motor, o isolamento acústico e o melhor momento para trocas de marcha. E também para verificar se é possível conversar em um tom de voz normal com o vendedor.

Nos primeiros momentos, o ideal é prestar atenção na ergonomia da cabine e na visibilidade dianteira e dos retrovisores. Avalie o acesso aos comandos do carro. Quando se sentir mais confortável, tente manobras básicas de trânsito, como saídas rápidas de semáforo.

Se o carro for manual, faça simulações de retomada de velocidade – sem mudar de marcha, deixe a velocidade diminuir, e depois acelere com algum vigor. Preste atenção nos pedais. Se o de embreagem tem curso longo ou curto, se é macio ou muito duro. E, claro, sem correr riscos, confira se o freio transmite confiança.

Se for um automático, preste muita atenção nas trocas, se são rápidas ou se são feitas corretamente em várias faixas de rotação. Se o câmbio for manual, teste as trocas de todas as marchas. A direção também merece atenção: é macia em manobras e firme em altas velocidades? O ar-condicionado mostra eficiência?

Após saciar suas curiosidades, peça para estacionar o carro na volta à concessionária: analise se o porte do veículo deixa você confortável e, principalmente, avalie visibilidade e o quanto as rodas viram. É também uma chance de se habituar aos sensores de estacionamento (se houver) e até à câmera de ré, comum nos modelos mais sofisticados.

  • Se o percurso não for suficiente para lhe dar confiança no negócio, peça mais uma voltinha, mas sem abusar da boa vontade do atendente. Em geral, o test-drive tem 2 quilômetros, mas pode mais que dobrar caso você demonstre real interesse nas funções do veículo e na conclusão do negócio.

    Confira aqui o guia completo do test-drive perfeito.

    E, para saber mais sobre a campanha Melhor Direção e agendar um test-drive, clique aqui.

    Continua após a publicidade
    Publicidade