Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

OS ELEITOS 2016: PICAPES MÉDIAS

A Chevrolet S10 conquista o seu quarto prêmio na pesquisa e mostra que mudou para melhor

Por Redação Atualizado em 8 Maio 2019, 10h17 - Publicado em 20 out 2016, 14h26
eleitos_S10
A picape ganhou elogios pelo desempenho e estabilidade, mas peca em consumo, preço das peças e espaço interno

1º Chevrolet S10 – 101,2     

É tetra! Pela quarta vez a GM conquista o título desta categoria. Há duas novidades este ano: a picape passou por uma reestilização desde a última edição de Os Eleitos, e a Hilux (também com visual novo) conseguiu se classificar. A ordem do pódio repete o resultado de 2014, mas tanto a Chevrolet quanto a Toyota obtiveram avaliações mais altas. A S10 conseguiu 101,2, 98,8 e 98,6 pontos, em 2016, 2015 e 2014, respectivamente, e a Hilux obteve 97,6 em 2014. Já a Ranger evoluiu menos: tirou 97,2 em 2014, caiu para 95,9 em 2015 e voltou a 97 (2016).

LEIA MAIS:

>> Os Eleitos 2016: SUVS e Peruas

>> Os Eleitos 2016: Picapes leves

>> Os Eleitos 2016: Assistência Técnica

>> Os Eleitos 2016: Posto de combustível e lubrificante

A S10 conquistou nove notas acima de 100. O espaço na caçamba é a maior: 105,6. O acesso aos comandos (104,2), tamanho da rede (103,5), visibilidade (102,3) e o nível de ruído (102,1) são outros destaques. A menor nota foi para consumo urbano (93,5) – porém, ainda assim melhor que a da Ranger, que tirou 90,5 no mesmo quesito.

Continua após a publicidade

Os elogios
Desempenho
Estabilidade
As críticas
Consumo elevado
Preço das peças
Espaço interno

“A picape é robusta, versátil e confortável. Atende às minhas necessidades e tem mecânica confiável” Wederson Lourenço Santana, 38, Jacareí (SP)

2º Toyota Hilux – 99,2

A renovação de estilo fez bem à nota geral da Hilux. No quesito design, foi de 95,2 (em 2014) para o atual 101,6 – porém, a nota ainda é inferior à da Ranger (103,3). O facelift também melhorou a percepção da modernidade do projeto (de 94,1 para 98,8). Seu maior destaque é o desempenho: conseguiu 102,5 em velocidade de arranque e 99,8 em capacidade de ultrapassagem. E permanece como referência em confiabilidade na marca: 99,6 pontos.

3º Ford Ranger – 97

Dos 23 quesitos analisados, a Ranger teve as piores notas em 19. Mas sejamos justos: não significa que essas avaliações sejam todas ruins. Com exceção de preços das peças (85,7), preço de compra (89,7), preço de seguro (90,7), consumo urbano (90,5) e rodoviário (90,8), as demais não foram críticas. A nota “vermelha” da caçamba foi um aceitável 101,1. Só duas notas foram as melhores do trio: design (103,3) e modernidade do projeto (102,7).        

Continua após a publicidade

Publicidade