Melhor Compra 2019: carros novos de R$ 65.000 até R$ 100.000

As indicações de QUATRO RODAS na categoria sedãs novos: até R$ 75.000; até R$ 100.000

 (Arte/Quatro Rodas)

Todos os anos, QUATRO RODAS seleciona as melhores compras de cada segmento para você levar para casa o carro ideal. É o Melhor Compra.

A seguir, os melhores carros do Brasil entre R$ 65.000 e R$ 100.000. Eles estão separados em categorias: até R$ 75.000; até R$ 100.000. Consideramos custos de peças, seguro e revisões:

Carros até R$ 75.000

1- Toyota Yaris Sedan XL 1.5 aut. – R$ 69.990

 (Acervo/Quatro Rodas)

Nem bem completou um ano de mercado e, após o vice-campeonato de 2018, o compacto da Toyota já sobe no lugar mais alto do pódio.

Desbancou o Virtus não só pelo pacote de seis revisões mais em conta da categoria e pela baixa desvalorização, mas também por ostentar uma rede de concessionárias com boa reputação.

Com isso, conseguiu neutralizar até mesmo o seguro elevado e a cesta de peças mais cara na comparação com os rivais.

O modelo que se posiciona entre o Etios e o Corolla reúne o melhor desses dois mundos. Aliado ao motor 1.5, o câmbio CVT simula sete marchas. O resultado é um desempenho com força suficiente e conforto a bordo.

A versão XL é uma das de entrada e já encareceu R$ 1.300 desde o lançamento. Contudo, entrega itens interessantes de segurança.

Destaque para os controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, retrovisor eletrocrômico e Isofix. Completam o pacote ar, direção elétrica, trio, piloto automático, sensor de luminosidade, rodas de liga leve e som com USB e Bluetooth.

Apesar de ser uma versão para mercados emergentes do compacto vendido na Europa e de ter chegado bem atrasado ao Brasil, o Yaris se vale de uma arquitetura moderna e está anos-luz à frente do Etios.

O acabamento é satisfatório, mas a direção poderia ser mais firme, principalmente em altas velocidades.

Bolsa de valores

  • Desvalorização 4,87%
  • Seguro – R$ 1.640
  • Rede 263/-
  • Reparabilidade
  • Equipamentos – AR, DIR, VID, AUT, ESP

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 798
  • Pastilhas de freio – R$ 320
  • Kit de embreagem
  • Farol esquerdo – R$ 1.050
  • Para-choque dianteiro – R$ 785
  • Retrovisor esquerdo – R$ 534
  • Total – R$ 3.487

Revisões

  • 10.000 km – R$ 248
  • 20.000 km – R$ 531
  • 30.000 km – R$ 429
  • 40.000 km – R$ 771
  • 50.000 km – R$ 429
  • 60.000 km – R$ 663
  • Total – R$ 3.071

VW Virtus 1.6 MSI aut. – R$ 68.870

 (Acervo/Quatro Rodas)

O vencedor de 2018 se garante no porte de sedã médio, no conjunto mecânico elogiável e na qualidade de construção da cultuada plataforma MQB.

Perdeu o bicampeonato nos detalhes, como nas visitas programadas à concessionária, já que a própria Volkswagen sugere a troca de itens de desgaste que não estão previstos nas revisões, o que eleva o custo final.

O Virtus foi o vencedor de Os Eleitos 2018. Aqui, a segunda colocação é defendida ainda pelo seguro mais barato e menor índice de reparabilidade de todos os modelos avaliados pelo Cesvi no país. Vem com quatro airbags, ar, direção elétrica e trio elétrico, mas fica devendo ESP e rodas de liga leve de série. O acabamento poderia (na verdade, deveria) ser melhor.

Bolsa de valores

  • Desvalorização – 7,99%
  • Seguro – R$ 1.502
  • Rede 500/100,9
  • Reparabilidade – 10
  • Equipamentos – AR, DIR, VID, AUT

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 1.040
  • Pastilhas de freio – R$ 447
  • Kit de embreagem
  • Farol esquerdo – R$ 600
  • Para-choque dianteiro – R$ 1.020
  • Retrovisor esquerdo – R$ 222
  • Total – R$ 3.329

Revisões

  • 10.000 km – R$ 548
  • 20.000 km – R$ 608
  • 30.000 km – R$ 656
  • 40.000 km – R$ 836
  • 50.000 km – R$ 536
  • 60.000 km – R$ 1.002
  • Total – R$ 4.186

3 – Caoa Chery Arrizo RXT 1.5 T aut. – R$ 72.990

 (Acervo/Quatro Rodas)

O sedã da Caoa Chery estreia com um honroso terceiro lugar. Surpreende pelo pacote de revisões com preço fixo abaixo do cobrado pelo rival da VW e pela cesta de peças mediana. Porém, fica bem atrás quando o assunto é o valor do seguro.

Como todo modelo da marca, tem custo/benefício agressivo. A RXT vem com quatro airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, câmera de ré, partida sem chave, ar automático, teto solar, couro, rodas aro 17 e DRL de led.

No powertrain, motor 1.5 turbo e caixa CVT preguiçosos, que demoram a fazer o Arrizo embalar. Há espaço suficiente no banco traseiro, o acabamento é conservador e correto na maior parte do tempo, só que as portas exigem esforço extra para fechar.

Bolsa de valores

  • Desvalorização- 3,82%
  • Seguro – R$ 2.444
  • Rede – 80/-
  • Reparabilidade
  • Equipamentos – AR, DIR, VID, EST, AUT, ESP

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 849
  • Pastilhas de freio – R$ 210
  • Kit de embreagem
  • Farol esquerdo – R$ 814
  • Para-choque dianteiro – R$ 1.121
  • Retrovisor esquerdo – R$ 402
  • Total – R$ 3.396

Revisões

  • 10.000 km – R$ 378 
  • 20.000 km – R$ 474
  • 30.000 km – R$ 714
  • 40.000 km – R$ 819
  • 50.000 km – R$ 378
  • 60.000 km – R$ 474
  • Total – R$ 3.237

Carros até R$ 100.000

1 – VW Virtus Comfortline 1.0 T aut. – R$ 77.330

 (Acervo/Quatro Rodas)

O Virtus foi o campeão na faixa até R$ 80.000 em 2018, mas, com a forte alta dos preços no mercado, a categoria subiu para R$ 100.000, e aqui ele já briga com sedãs médios.

A versão escolhida se destaca pelo melhor custo/benefício em relação aos concorrentes, além de seu porte levar a crer que se trata de um carro maior.

O compacto foi melhor em quase tudo dentro desta faixa: seguro, desvalorização e reparabilidade. A cesta de peças também apresenta valor mais baixo perante os rivais – menos da metade da do Cruze.

As revisões com preço fixo são mais em conta que as do C4 Lounge e o sedã foi o grande vencedor de Os Eleitos 2018, que ouviu mais de 2.500 proprietários dos 43 modelos mais vendidos do país.

Além da dirigibilidade exemplar e do desempenho entusiasmante do motor TSI, o Virtus oferece boa dose de conforto e equipamentos na versão Comfortline.

De série, são quatro airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, sensor de estacionamento, além do trivial ar, direção elétrica, trio, rodas de liga aro 15 e central compatível com celulares Android e Apple.

Por esse preço, merecia acabamento superior, couro, câmera de ré e até desenho do painel e da própria tela central diferentes – remetem a tantos outros VW de segmentos inferiores.

Mesmo assim, ainda se destaca dos rivais dentro da categoria pelo motor turbo eficiente e pelo recheio.

Bolsa de valores

  • Desvalorização 3,41%
  • Seguro – R$ 1.640
  • Rede – 500/100,9
  • Reparabilidade – 10
  • Equipamentos – AR, DIR, VID, EST, AUT, ESP, MUL

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 1.030
  • Pastilhas de freio – R$ 215
  • Kit de embreagem
  • Farol esquerdo – R$ 1.007
  • Para-choque dianteiro – R$ 536
  • Retrovisor esquerdo – R$ 411
  • Total – R$ 3.199

Revisões

  • 10.000 km – R$ 524
  • 20.000 km – R$ 583
  • 30.000 km – R$ 631
  • 40.000 km – R$ 923
  • 50.000 km – R$ 511
  • 60.000 km – R$1.065
  • Total – R$ 4.237

2 – Citroën C4 Lounge Feel 1.6 T aut. – R$ 95.990

 (Acervo/Quatro Rodas)

O estiloso Citroën passou por um facelift em 2018, o que aprimorou seu visual e o ajudou a garantir a segunda colocação. Outro aspecto da vice-liderança foi a cesta de peças, bem mais barata que a do Cruze.

Sem falar nos itens de série da versão escolhida, que incluem controles de estabilidade, assistente de rampa, câmera de ré, ar bizona, quatro airbags e couro.

O motor turbo 1.6 THP, de origem BMW, não é mais uma referência em eficiência, mas continua a garantir uma performance bacana ao sedã.

Conjunto de virtudes que só não foi o suficiente para o C4 Lounge sonhar com o primeiro lugar, já que desvalorização, revisões e seguro continuam altos. Sem falar no mau índice de reparabilidade da categoria – e um dos piores do país.

Bolsa de valores

  • Desvalorização- 12,44%
  • Seguro – R$ 2.162
  • Rede95/-
  • Reparabilidade – 43
  • EquipamentosAR, DIR, VID, EST, AUT, ESP, MUL

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 1.304
  • Pastilhas de freio – R$ 659
  • Kit de embreagem – 
  • Farol esquerdo – R$ 1.261
  • Para-choque dianteiro – R$ 1.695
  • Retrovisor esquerdo – R$ 1.057
  • Total – R$ 5.976

Revisões

  • 10.000 km – R$ 532
  • 20.000 km – R$ 870
  • 30.000 km – R$ 532
  • 40.000 km – R$ 1.300
  • 50.000 km – R$ 532
  • 60.000 km – R$ 870
  • Total – R$ 4.636

3 – Chevrolet Cruze Sedan 1.4 T LT aut. – R$ 97.790

Além de ficar R$ 2.500 mais caro em relação ao ano passado, o sedã da GM não conseguiu garantir o tetracampeonato.

Mesmo assim, o terceiro lugar é honroso, principalmente por desbancar os queridinhos sedãs japoneses e ter o pacote de seis manutenções programadas com o preço mais baixo da categoria.

Além disso, dispõe da maior rede de concessionárias entre todas as marcas e ficou em quinto lugar em Os Eleitos 2018.

Para completar, a versão de entrada, LT, surpreende com itens como quatro airbags, controle de estabilidade , couro, rodas aro 17, além da intuitiva central MyLink com câmera de ré.

O visual acima está com os dias contados, pois um facelift vai estrear no Cruze (hatch e sedã) nos próximos meses.

Bolsa de valores

  • Desvalorização- 12,13%
  • Seguro – R$ 1.924
  • Rede600/-
  • Reparabilidade
  • EquipamentosAR, DIR, VID, EST, AUT, ESP, MUL

Peças

  • Amortecedores dianteiros – R$ 1.257
  • Pastilhas de freio – R$  466
  • Kit de embreagem – 
  • Farol esquerdo – R$ 2.126
  • Para-choque dianteiro – R$ 2.926 
  • Retrovisor esquerdo – R$  1.314
  • Total – R$  8.069

Revisões

  • 10.000 km – R$ 292
  • 20.000 km – R$ 644
  • 30.000 km – R$ 440
  • 40.000 km – R$ 728
  • 50.000 km – R$ 440
  • 60.000 km – R$ 644
  • Total – R$  3.188
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Jorge Candido

    Mudaram a categoria (até 80 para até 75) pra mostrar o Virtus duas vezes e desbancar o Lounge? Interessante…