Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Pininfarina lança hipercarro sem para-brisas de 1.900 cv e R$ 24 milhões

Pininfarina B95 tem design fora do comum que substitui o para-brisas por pequenas janelas inspiradas em aviões antigos

Por João Vitor Ferreira
20 ago 2023, 14h01

Para o Monterey Car Week, que está acontecendo na Califórnia, Estados Unidos, a Pininfarina preparou uma surpresa. O seu mais novo supercarro, o Pininfarina B95, estreia com design inovador e mecânica poderosa mas que até já é conhecida.

Antes de irmos aos detalhes do carro, vamos explicar seu nome. O B vem de ‘Barchetta‘, palavra em italiano usada para designar pequenas embarcações, mas que também é usada para carros esportivos conversíveis de dois lugares de traseira mais curta e capô alongado. Já o 95 é em comemoração ao nonagésimo quinto aniversário da Pininfarina.

Pininfarina B95
(Pininfarina/Divulgação)

Só de olhar, você já percebe o porquê do nome Barchetta. Mas diferente dos conversíveis convencionais, o B95 tem design ousado, com a dianteira formando um ‘bico’, faróis de led que se escondem sob o capô, para-lamas bem pronunciados e traseira curta com um grande difusor no para-choque. Esses elementos fazem parte da nova filosofia de design PURA da Pininfarina.

Pininfarina B95
(Pininfarina/Divulgação)

Não há para-brisas e esse é o principal diferencial do B95. Para o seu lugar, há duas pequenas telas aerodinâmicas de policarbonato transparentes com suporte de alumínio, uma para o motorista e outra para o passageiro. Elas podem ser controladas e ajustadas eletronicamente e foram inspiradas em aviões militares antigos.

Continua após a publicidade
Pininfarina B95
(Pininfarina/Divulgação)

Ainda falando do design exterior, o B95 tem uma abertura bem grande no capô e retrovisores em um formato fora do comum, provavelmente ajudam na aerodinâmica do veículo.

As rodas são de 20 polegadas na dianteira e 21 na traseira e são equipadas com freios Brembo de cerâmica de carbono com discos de 390mm e pinças de seis pistões na frente e atrás.

Pininfarina B95
(Pininfarina/Divulgação)

Para completar, além da cor amarela e muito chamativa, há também pintura em cinza e elementos expostos em fibra de carbono e alumínio, que aparecem nas rodas, por exemplo.

Continua após a publicidade
Pininfarina B95
(Pininfarina/Divulgação)

Por dentro, todo painel é esculpido em fibra de carbono. Boa parte da cabine recebe acabamento em couro Tan Sustainable Luxury, inclusive o banco, que têm o encosto de cabeça em tecido nas cores preta e branca, para ajudar a trazer um contraste. Mas o cliente que comprar o B95 terá acesso a uma lista de customização no site da Pininfarina para deixar tudo do seu jeito.

Pininfarina B95
(Pininfarina/Divulgação)

Como dito, o trem de força não é novidade. Ele vem de outro carro da marca, o recordista de aceleração, Battista, e traz bateria de 120 kWh que alimenta quatro motores elétricos. No total, eles geram 1.900 cv e fazem o B95 ir de 0 a 96 km/h (60 mph) em menos de dois segundos, além de garantirem uma velocidade máxima de 300 km/h.

Compartilhe essa matéria via:

Como um carro elétrico de passeio, o B95 também se preocupa com o carregamento rápido e pode recuperar de 0 a 80% da sua carga em cerca de 25 minutos, segundo a montadora.

Continua após a publicidade
Pininfarina B95
(Pininfarina/Divulgação)

Claro que um modelo desses será muito raro e caro. Serão apenas 10 unidades produzidas, cada uma custando cerca de U$ 4,8 milhões, ou cerca de R$ 23,8 milhões. A produção do B95 está prevista para o início de 2025, quando a Pininfarina completa seus 95 anos de história.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.