Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Confira quais são os 50 carros elétricos mais vendidos do Brasil em 2023

BYD Dolphin desbancou Volvo XC40 e em menos de três meses, mas há outros carros elétricos surpreendendo nas vendas

Por Rafael Sommadossi, Henrique Rodriguez Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 22 nov 2023, 21h49 - Publicado em 22 nov 2023, 20h52

Com o ano chegando ao fim, já dá para dizer que 2023 ficou marcado pelo aumento da oferta de carros elétricos no Brasil. Eles evoluíram de um nicho de mercado a parte importante de algumas fabricantes e a protagonistas de outras (especialmente para as estreantes). Mas será que as vendas dos carros elétricos no Brasil é tão grande quanto o barulho que eles estão fazendo?

QUATRO RODAS pediu à ABVE (Associação Brasileira do Veículo Elétrico) a lista dos carros elétricos mais vendidos do Brasil de janeiro a outubro de 2023. Ao todo, 10.095 carros elétricos ganharam as ruas no período, sendo que 2.370 deles foram emplacados apenas em outubro.  

BYD_DOLPHIN
(Fernando Pires/Quatro Rodas)

Quase um terço do total, porém, corresponde às vendas do BYD Dolphin. Lançado em Junho, já atingiu a marca de 2.868 unidades emplacadas e vai fechar o ano como o carro elétrico mais vendido do Brasil. Não demorou muito para desbancar o Volvo XC40, que ocupa a segunda posição com 1.279 unidades. Destas, 723 unidades são da versão Plus, de um motor, e 555 são da versão Ultimate, com dois motores.

Compartilhe essa matéria via:

Lançado há cerca de um ano, o BYD Yuan Plus está na terceira posição com a soma de 993 unidades. É seguido pelo Volvo C40, basicamente a versão coupé do XC40, com 564 unidades.

Continua após a publicidade
Volvo XC40
Volvo XC40 agora é o segundo carro elétrico mais vendido do Brasil (Fernando Pires/Quatro Rodas)

O sexto lugar é do BYD D1, minivan focada em serviços de carro de aplicativo, com 317 unidades, ficando atrás do JAC E-JS1 com 370 carros, que vem fazendo sucesso entre os motoristas de carro por aplicativo. Outro carro favorecido por empresas é o Nissan Leaf, na 12a posição com 217 unidades. A maior parte delas foi vendida a locadoras no início do ano, mas sua tecnologia defasada fez as vendas minguarem no resto ano. 

Yuan Plus
BYD Yuan Plus é o terceiro elétrico mais vendido do Brasil (Fernando Pires/Quatro Rodas)

E marca nem sempre diz tudo. O BYD Seal, que surpreendeu por ter mais de 500 cv e custar menos de R$ 300.000, ainda não transformou o barulho em vendas: acumulou apenas 102 emplacamentos, ocupando a 18a posição. Está atrás do BMW iX1, com 103 emplacamentos.

Porsche Taycan Cross Turismo
Porsche Taycan Cross Turismo (6) (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Um esportivo que registrou número considerável ao longo do ano foi o Porsche Taycan, com 247 novos licenciamentos. Mas o BMW IX é igualmente caro e o ultrapassou, com 253 emplacamentos.

Continua após a publicidade

Um carro que caiu nas graças do Brasileiro foi o Mini Cooper S E, que custa R$ 199.990 e figura em 7º lugar, com 305 carros emplacados. Emplacou mais até do que o Renault Kwid E-Tech, que já teve preço reduzido em mais de R$ 26.000 ao longo do ano e teve 245 unidades emplacadas. Agora ele parte dos R$ 123.490.

BYD Seal
BYD Seal, um ótimo carro mas não conseguiu sucesso em vendas (Fernando Pires/Quatro Rodas)

A simpatia do carro nem sempre garante vendas. O Fiat 500E teve apenas 50 unidades emplacadas, sendo assim, não atingiu nem a uma média de 3 á 4 vendas ao mês. O Peugeot 208 elétrico foi ainda pior nas vendas, com apenas 20 emplacamentos. O Peugeot e-2008 teve resultado melhor, com 75 unidades emplacadas.

Continua após a publicidade

O Volkswagen ID.4, que está disponível no Brasil apenas por assinatura, já tem 73 carros emplacados.  

Mini Cooper S E
Versão elétrica se diferencia pelos logos amarelos (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Um que prometeu muito mas perdeu interessados foi o Chevrolet Bolt EUV. A versão alongada do Bolt teve um lote de 200 unidades importadas para o Brasil. Mas houve atraso entre a pré-venda e o lançamento e a expectativa de os carros chegarem vendidos não se confirmou: a GM conseguiu emplacar apenas 152 unidades (14º). Quase 25% dos carros ainda estão disponíveis.

Continua após a publicidade
Mercedes EQE
Mercedes EQE (Fernando Pires/Quatro Rodas)

A Mercedes-Benz, que trouxe versões elétricas dos seus principais modelos ao longo de 2023, é que não alcançou grandes resultados. O Mercedes EQA teve o melhor número de emplacamentos, com 43 unidades, enquanto o EQB teve 27 emplacamentos. Ambos têm motor elétrico de 190 cv e custam cerca de R$ 500.000. O Sedã EQE teve 18 unidades emplacadas, enquanto o SUV EQC teve 17. Já o luxuoso EQS teve apenas 8 emplacamentos, empatando com o rival BMW i7.

Os 50 carros elétricos mais vendidos do Brasil em 2023:

Posição Marca Modelo Unidades
BYD DOLPHIN 2.868
VOLVO XC40 1.279
BYD YUAN PLUS 993
VOLVO C40 564
JAC E-JS1 370
BYD D1 317
MINI COOPER S E 308
BMW iX3 264
BMW iX 251
10º PORSCHE TAYCAN 247
11º RENAULT KWID 245
12º NISSAN LEAF 217
13º BYD TAN 158
14º CHEVROLET BOLT EUV 152
15º BMW i4 131
16º CAOA CHERY ICAR 121
17º BMW iX1 103
18º BYD SEAL 102
19º JAC E-JS4 91
20º AUDI E TRON 82
21º JAC E-17 78
22º AUDI Q8 75
23º PEUGEOT E2008 75
24º VW ID.4 73
25º BYD HAN 69
26º FIAT 500E 50
27º HYUNDAI KONA 48
28º RENAULT MEGANE ETECH 47
29º CHEVROLET BOLT 44
30º M.BENZ  EQA 250 43
31º AUDI E TRON GT 42
32º M.BENZ EQB 250 27
33º FORD MUSTANG MACH-E 24
34º PEUGEOT 208 20
35º M.BENZ EQE 300 18
36º M.BENZ EQC 400 16
37º JAGUAR IPACE 15
38º TESLA MODEL 3 15
39º BMW i3 14
40º TESLA MODEL Y 14
41º TESLA MODEL X 11
42º BMW i7 8
43º M.BENZ EQS 8
44º HITECH ECOTECH 2 7
45º BYD SONG PLUS 5
46º TESLA MODEL S 5
47º DONGFENG SERES 3 3
48º DONGFENG SERES 5 1
49º DONGFENG EX1 1
50º JAC T40 1

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.